Bartholinite

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde fevereiro de 2008). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Bartholinite é a inflamação das glândulas de Bartholin, que são glândulas acessórias dos genitais externos femininos.

Definição[editar | editar código-fonte]

É uma acumulação de fluido purulento numa das glândulas produtoras de muco que se localizam de cada lado da porção terminal da vagina – glândulas de Bartholin; apresenta-se como uma massa (“inchaço”) quente, vermelha e muito dolorosa, de tal modo que o simples acto de caminhar ou estar sentada se torna quase impossível.

Tratamento[editar | editar código-fonte]

Os “banhos de assento” com água quente (35ºC) 4 vezes ao dia geralmente proporcionam algum alívio e podem ajudar a localizar a infecção e mesmo precipitar a drenagem espontânea. Contudo, nem sempre ocorre a resolução do problema, uma vez que o orifício de ruptura espontânea é muito pequeno e fecha rapidamente, pelo que a drenagem não é completa.

Assim, o tratamento que proporciona maior alívio e recuperação mais rápida consiste na drenagem através de uma incisão cirúrgica, que pode ser realizada com anestesia local num consultório médico. Podem ser prescritos antibióticos, mas, geralmente, não são necessários se o abcesso for drenado correctamente.

Pode ser considerado o procedimento de marsupialização em mulheres com abscessos recorrentes. Uma pequena abertura para facilitar a drenagem é cirurgicamente criada.

Evolução e prognóstico[editar | editar código-fonte]

A probabilidade de uma recuperação completa é bastante alta. Pode haver o desenvolvimento de um cisto do ducto de Bartholin se o fluido purulento do abscesso for "encarcerado" nos tecidos adjacentes. Outras complicações são raras.

Causas[editar | editar código-fonte]

A bartholinite pode ser causada não só por agentes causadores de DST, como gonococo e clamídia mas também por bactérias da flora intestinal, estafilococos e estreptococos (bactérias que não são sexualmente transmissíveis).