Bascortostão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Республика Башкортостан
República do Bascortostão
Bandeira do Bascortostão Brasão do Bascortostão
Bandeira brasão
RussiaBashkortostan2005.png
Belaja-frozen.jpg
Cidade de Ufa, capital da república, próxima ao Rio Belaya.
Língua oficial russo, bashkir
Outras línguas: tártaro
Capital
e maior cidade
Ufa
Área: 143.600 km²
População: 4.104.336 hab[1]
Densidade populacional: 28,6 hab/km²
Bashkir03.png

A República do Bascortostão (também chamado de Baquíria,[2] Basquíria, Basquiristão ou Bashkortostão; em russo: Башкортостан) é uma divisão federal da Federação Russa. Tem 4.104.336 habitantes, o que faz dela a sétima mais habitada da Federação. Sua capital é a cidade de Ufa.

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros assentamentos no território do Bascortostão foram criados no início do Paleolítico, porém, foi durante a Idade do Bronze, que o território foi altamente povoado.

O Bascortostão está ao sul dos Urais e nos Cis-Urais, nomeado nos termos do seu povo nativo - os Bashkirs (bashkort). Após o fim do Império Mongol, o território do Bascortostão foi dividido entre Kazan e Khanates e Horda Nogai.

As tribos que ali viviam eram chefiadas por bi (chefes tribais). Depois Kazan foi dominada por Ivan, o Terrível, em 1554-1555, representantes do oeste se aproximaram do czar com um pedido para aderir voluntariamente a Moscóvia.

A partir da segunda metade do século XVII, o território do Bashkiria começou a tomar forma como uma parte do estado russo. Em 1798, a Assembleia Espiritual dos Muçulmanos da Rússia foi criada, uma indicação de que o governo czarista reconheceu os direitos dos Bashkirs, tártaros, e outras nações muçulmanas a professar o Islã e realizar rituais religiosos. Em 1865, foi criado o governorado de Ufa, com capital na cidade de mesmo nome.

Após a Revolução Russa, Bashkir República Socialista Soviética Autônoma (RAEE) foi criada dentro da República Socialista Federativa Soviética Russa, em 1919, primeiro como Pequeno Bascortostão, mas o governorado de Ufa ncorporado à recém-criada república. Durante o período soviético, foi concedido amplo direito autônomo, o primeiro entre outras regiões da Rússia. A estrutura administrativa da RAEE Bashkir foi baseada em princípios semelhantes aos das outras repúblicas autônomas da Rússia.

A extração de petróleo começou em 1932. No final de 1943, grandes depósitos de petróleo foram descobertos. Durante a Segunda Guerra Mundial, a região se tornou uma das principais da URSS para acomodar plantas e fábricas evacuados da Rússia Ocidental, bem como grandes massas de pessoas, bem como dotar o país com armas, combustíveis e géneros alimentícios. Após a guerra, um bom número de indústrias foram desenvolvidas, como mineração, construção de máquinas e, principalmente, refino de petróleo.

Em 11 de outubro de 1990, o Soviete Supremo da República aprovou a Declaração sobre a soberania do Estado da RAEE Bashkir. Em 25 de fevereiro de 1992 RAEE Bashkir foi renomeado República de Bascortostão.

Em 31 de março de 1992 um pacto federativo "sobre a separação dos poderes e das competências entre os órgãos federais do poder da Federação Russa e os órgãos de poder da República de Bascortostão" foi assinado. Em 3 de agosto de 1994 um pacto "sobre a separação dos poderes e mútua delegação de poderes entre os órgãos de poder da Federação Russa e os órgãos de poder da República de Bascortostão" foi assinado.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Rio Belaya na altura de Ufa.

O Bascortostão está localizado na parte do sul dos Urais e planícies adjacentes. Com uma área de 143.600 km² (segundo o censo de 2002), tem 4.104.336 habitantes, sendo a sétma república mais populosa da Rússia. Possui uma densidade populacional de 28,6 hab/km².

Existem mais de 13.000 rios na república. Muitos rios são partes do sistema de transporte de águas profundas da Rússia Europeia, que prevêem o acesso aos portos do Mar Báltico e do mar Negro. Os principais rios são o Rio Belaya, Rio Ufa, Rio Sakmara, Rio Ik (Iq), entre outros. Além dos rios, existem aproximadamente 2700 lagos pelo território.

O ponto mais alto da república é o Monte Yamantau, com 1638 metros de altitude.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia do Bascortostão, sendo um dos maiores centros industriais da Rússia, tem a estrutura diversificada e destaca-se pela alta concentração de produção. Possui um grande e de alta qualidade setor agrícola. As atividades industriais mais importantes são o processamento químico e o refinamento de petróleo. Bascortostão processa mais petróleo no país do que qualquer outra região, cerca de 26 milhões de toneladas por ano, e fornece 17% da gasolina na Rússia e 15% do diesel. Outros importantes produtos fabricados na República incluem álcoois , pesticidas e plásticos. Seu PIB em 2007 foi de 645,000 milhões de rublos (mais de € 18 bilhões)[3] . Mais da metade da indústria se concentra em Ufa.

Cultura[editar | editar código-fonte]

O Bascortostão é um dos grandes centros culturais da Rússia. Há uma rede de teatros nacionais, museus e bibliotecas. Além disso, possui um folclore diversificado, com conjuntos de dança folclórica. A fama da escola de dança Bashkir é mundial, muitos dos estudantes tem elevados prêmios internacionais, como Rudolf Nureyev.

O Islão é a religião principal entre os povos das etnias bashkir e os tártaros. A maioria dos russos, Chuvash, Mari e ucranianos são cristãos ortodoxos. Ainda há 13 mil judeus na república[4] .

Referências

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Bascortostão
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Rússia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.