Base de Schiff

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Base de Schiff

Uma base de Schiff (ou azometina), nomeada após Hugo Schiff, é um grupo funcional que contém uma ligação dupla carbono-nitrogênio com o átomo de nitrogênio conectado a um grupo arila ou alquila mas não há hidrogênio [1] . Bases de Schiff possuem a fórmula geral R1R2C=N-R3, onde R3 é um grupo aril ou alquil que faz da base de Schiff uma imina estável. Uma base de Schiff derivada de uma anilina, onde R3 é um grupo fenil ou fenil substituído, pode ser chamada um anil.[2]

Bases de Schiff podem ser sintetizadas de uma amina aromática e um composto carbonila por adição nucleofílica formando um hemiaminal, seguido por uma desidratação para gerar uma imina. Um reação típica, éter 4,4'-diaminodifenílico reage com o-vanilina:[3]

Uma mistura de éter 4,4'-diaminodifenílico 1 (1.00 g, 5.00 mmol) e o-vanilina 2 (1.52 g , 10.00 mmol) em metanol (40.00 mL) é agitada a temperatura ambiente por uma hora para dar um precipitado alaranjado e após filtração e lavagem com metanol para dar a base de Schiff pura 3 (2.27 g, 97.00%)


Existe a base de Schiff intermediária na fructose 1,6-bisphosphate aldolase catalisada durante a reação de glicólise.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. União Internacional de Química Pura e Aplicada. "{{{título}}}". Compêndio de Terminologia Química Edição da internet.
  2. União Internacional de Química Pura e Aplicada. "{{{título}}}". Compêndio de Terminologia Química Edição da internet.
  3. Synthesis of 2-({[4-(4-{[(E)-1-(2-hydroxy-3-methoxyphenyl) methylidene]amino}phenoxy)phenyl]imino}methyl)- 6 -methoxy phenol A. A. jarrahpour, M. Zarei Molbank 2004, M352 [1] open access publication.
Ícone de esboço Este artigo sobre um composto orgânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde abril de 2008). Ajude e colabore com a tradução.