Basileia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Basileia
Brasão da comuna de Basileia
{{{2}}}
Ponte Mittlere sobre o rio Reno
Cantão Basileia-Cidade
Distrito Basileia-Cidade não tem distritos
Comuna de Basileia
Língua(s) oficial(is) Alemão
Coordenadas
Altitude 260 m n.m.m.
Área 22,75 km²
População ()
 - Densidade
169560 (31 de maio de 2010) hab.
hab/km²
Fracções
Fronteiras
Código postal CH-4000
Website http://www.basel.ch
[[Imagem:|center|300px|Comuna de Basileia a destacado.]]
Emblema da cidade de Basileia

Basileia (em alemão: Basel, em francês: Bâle, em italiano: Basilea) é a terceira maior cidade da Suíça, com a população de cerca de 170 000 habitantes. No grego koinê, Basileia significa "reino" ou "domínio". A cidade foi fundada pelos romanos com o nome de Basilia. É considerada a capital cultural da Suíça.[1] [2] [3]

Basileia é sede do Banco de Compensações Internacionais (um espécie de banco central dos bancos centrais) e por isso batiza também o acordo que trata da normatização dos procedimentos bancários. É sede ainda de indústrias, bancos, seguradoras e empresas de transporte. A cidade também referência mundial no campo da indústria farmacêutica e abriga sedes de diversas empresas, entre as quais Roche, Novartis, Syngenta, Ciba Specialty Chemicals, Clariant, Hoffmann-La Roche, Basilea Pharmaceutica e Actelion.

Na cidade há um zoológico famoso pela quantidade de espécies raras que abriga, como o asno-da-somália, o leopardo-das-neves e o ocapi.

Catedral de Basileia à noite

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localizada no noroeste da Suíça, Basileia faz fronteira com a Alemanha e com a França. É cortada pelo rio Reno, que a divide em Grande Basileia (Gross Basel) e Pequena Basileia (Klein Basel), esta na margem oposta do rio, junto a Lörrach. Sua localização favoreceu o desenvolvimento da cidade, como polo financeiro e de transportes.

Com 166 mil habitantes, é a terceira cidade mais populosa do país. Sua aglomeração conta com 690 mil habitantes, e se estende além das fronteiras com a França (Saint-Louis e Huningue, na Alsácia) e com a Alemanha (Weil-am-Rhein e Lörrach no Baden-Württemberg).

Basileia também batiza dois semicantões da Suíça:

O aeroporto que atende a cidade é o EuroAirport Basel-Mulhouse-Freiburg assim chamado pela sua localização central dentro do território europeu, que o permite atender a três países: Suíça, França e Alemanha. Outra curiosidade sobre o aeroporto é que ele é administrado juntamente por dois países, Suíça e França. Por tal razão os passageiros podem ser submetidos tanto ao controle de imigração suíço quanto ao francês.

Personalidades famosas[editar | editar código-fonte]

  • Erasmo de Roterdã viveu muitos anos em Basileia e ali faleceu em 1536.
  • Nietzsche ensinou na universidade de Basileia de 1869 até 1879 como professor de filologia.
  • Karl Barth, que após "confronto" com o nazismo, perder sua cátedra na Alemanha, em 1935, fixando-se para o resto de seus dias em Basileia, sua cidade natal. A revista Time, em seu necrológio a Barth, o classificou como o mais significativo pensador religioso do século XX.
  • A família de matemáticos Bernoulli ocupou vários cargos de ensino na universidade de Basileia.
  • O matemático Leonhard Euler também é originário de Basileia.
  • O tenista Roger Federer nasceu na cidade em 1981.
  • O médico psiquiatra Carl Gustav Jung morou, estudou e ensinou em Basileia durante o fim do século XIX e início do século XX.
  • O jurista Rudolf von Ihering, aos 27 anos de idade, foi lecionar na Universidade de Basileia.
  • O jogador de futebol Alexander Frei, um dos principais nomes da seleção suíça de futebol na última década.
  • O historiador da arte Jacob Burckhardt nasceu na Basileia em 25 de maio de 1818 e faleceu na mesma cidade em 8 de agosto de 1897.

Infraestruturas[editar | editar código-fonte]

Pontes[editar | editar código-fonte]

Mittlere Brücke

A mais conhecida das 14 pontes que atravessam o Reno é a Mittlere Brücke que aliás é a mais antiga ponte sobre o Reno entre o Lago de Constança e a Mar do Norte

Muralhas[editar | editar código-fonte]

A Muralha de Basileia é o conjunto de fortificações mediavais da cidade que se desenvolveu entre 1080 e 1860. Ver um conjunto de imagens de Portas e da Muralha de Basileia em Muraille_de_Bâle (Fr)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Basileia

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Adm. do portal (2014). Basel – Switzerland’s capital of art and culture Europeanbestdestinations.org. Visitado em 17 de junho de 2014.
  2. Adm. do portal (2012). Basel – Cultural capital of Switzerland SBB CFF FFS. Visitado em 17 de junho de 2014.
  3. Adm. do portal (2013). Cultural Capital of Switzerland Portal do Cantão da Basileia-Cidade. Visitado em 17 de junho de 2014.


Cantões da Suíça Bandeira Suíça
Appenzell (Appenzell Exterior e Appenzell Interior) | Argóvia | Basileia (Basileia-Campo e Basileia-Cidade) | Berna | Friburgo | Genebra | Glarus | Grisões | Jura | Lucerna
Neuchâtel | Unterwald (Nidwald e Obwald) | São Galo | Schaffhausen | Schwyz | Soleura | Ticino | Turgóvia | Uri | Valais | Vaud | Zug | Zurique
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Suíça é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.