Batalhão Zośka

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalhão Zośka
Zoska odzn bt.png
País  Polónia
Corporação Armia Krajowa
Subordinação Flaga PPP.svg Estado Secreto Polaco
Missão Revolta de Varsóvia
História
Guerras/batalhas

O Batalhão Zośka ou Batalhão Zoshka foi um batalhão de escoteiros do Movimento de resistência polonesa, nao início da Armia Krajowa (AK) durante a Segunda Guerra Mundial. Ele consistia principalmente de membros das Szare Szeregi, escoteiros e paramilitares.[1] Ela foi formada no final de agosto de 1943. Fez parte do batalhão Radosław e teve um papel importante na Revolta de Varsóvia de 1944.

Foi assim nomeada, Zośka, após Tadeusz Zawadzki usar o nome como seu pseudônimo durante os primeiros dias da AK. Ele foi morto durante uma ação partidária.

Libertação do Campo de Concentração Gęsiówka[editar | editar código-fonte]

Em 5 de agosto de 1944, durante a fase inicial da Revolta de Varsóvia, o Batalhão Zośka (Radosław Grupo de Szare Szeregi) da Armia Krajowa, liderada por Ryszard Białous e Stasiecki Eugeniusz atacaram o acampamento Gęsiówka que estava sendo liquidado no momento. O tanque Panzerkampfwagen V Panther "Magda", capturado pelos rebeldes em 2 de agosto, foi fundamental no ataque, apoiando o ataque com fogo de sua arma principal. Na batalha que se seguiu uma hora e meia guardas Sicherheitsdienst (SD) foram mortos ou capturados, embora alguns dos alemães conseguiram fugir em direção de Pawiak. Apenas dois combatentes poloneses foram mortos no ataque e 348 prisioneiros judeus qie ficaram em Gęsiówka para ajudar na destruição das provas do assassinato em massa, foram resgatados da morte certa. A maioria desses sobreviventes se juntou à unidade Zośka e lutaram na insurreição. Mais tarde, durante a revolta, a maioria deles foram mortos, junto com aqueles que os tinham libertado.[2]

Combatentes Notáveis[editar | editar código-fonte]

Lista com os combatentes mais notáveis do batalhão: [3]

Referências

  1. Kamiński, Aleksander. Zośka i Parasol : opowieść o niektórych ludziach i niektórych akcjach dwóch batalionów harcerskich. [S.l.]: Iskry, 2009. vol. 1. ISBN 978-83-244-0091-1
  2. Stefan Korbonski. The Polish Underground State: A Guide to the Underground, 1939-1945 (em inglês). Página visitada em 23 de novembro de 2012.
  3. wilk.wpk.p.lodz.pl/~whatfor/baon_zoska.htm

Ver também[editar | editar código-fonte]