Batalha de Bataan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Batalha de Bataan
Guerra do Pacífico
JapaneseTroopsBataan1942.jpg
Soldados japoneses comemorando a vitória em Bataan.
Data janeiro a abril de 1942
Local Península de Bataan, Manila, Filipinas
Desfecho Vitória do Japão
Combatentes
US flag 48 stars.svg Estados Unidos
Flag of the Philippines.svg Filipinas
Japão Japão
Comandantes
General-de-Exército
Douglas MacArthur
Tenente-General
Masaharu Homma
Forças
79 500 soldados americanos e filipinos 75 000 soldados japoneses
Baixas
115 000:
10 000 mortos,
20 000 feridos,
75 000 prisoneiros
19 000:
7 000 mortos,
12 000 feridos,
Soldados filipinos e norte-americanos se rendem em Bataan.
Uma base naval dos EUA após a queda de Bataan.

A Batalha de Bataan foi uma das primeiras e mais duras batalhas acontecidas entre norte-americanos e japoneses durante a II Guerra Mundial, no início da Guerra do Pacífico, durante a invasão das Filipinas pelo Japão em dezembro de 1941, poucos dias após o ataque japonês a Pearl Harbor.

A batalha teve lugar na Península de Bataan, na ilha de Luzon, principal ilha das Filipinas, de janeiro a abril de 1942, entre as forças invasoras japonesas comandadas pelo General Masaharu Homma e os defensores norte-americanos e filipinos comandados pelo General Douglas MacArthur.

Determinados a se defender em Bataan e na ilha de Corregidor, uma fortaleza naval situada no meio da Baía de Manila, após a tomada da capital e da quase totalidade do país pelo exército japonês, MacArthur e seus soldados se entrincheiraram na península, onde durante mais de três meses lutaram atacados por terra, mar e ar, aguardando reforços (tropas, munições e provisões) a serem trazidos pela Marinha dos Estados Unidos.

Entretanto, a falta de recursos dos americanos no começo da guerra, que tiveram quase toda a sua frota no Pacífico destruída em Pearl Harbor, impediu essa ajuda e em 9 de abril de 1942, após a partida de MacArthur para a Austrália, quando proferiu sua famosa frase: "Eu voltarei!", mais de 70 000 soldados americanos e filipinos renderam-se aos japoneses.

A queda de Bataan acarretou na tomada de Corregidor um mês depois e na rendição total dos norte-americanos nas Filipinas. Porém, o tempo que as tropas de MacArthur conseguiram resistir a um inimigo superior em armas e munição e provisões, permitiu aos americanos ganharem tempo para se prepararem melhor contra os japoneses nas batalhas vindouras no Pacífico, em que começariam a virar a sorte da guerra.

A península de Bataan voltaria a ser retomada por tropas americanas e filipinos em 8 de fevereiro de 1945, com a reocupação aliada das Filipinas e da rendição japonesa.

Referências

  • Mayer,Sydney L. - MacArthur História Ilustrada da 2ª Guerra Mundial ,Renes 1975

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Coleção 70º Aniversário da Segunda Guerra Mundial, Abril 2009- Fascículo 13


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Batalha de Bataan