Batalha de Chacabuco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Chacabuco
guerra de independência do Chile e da Argentina
Battle of Chacabuco.jpg
Data 12 de fevereiro de 1817
Local próximo a Santiago, Chile
Resultado Vitória patriota
Combatentes
Flag of Mendoza province in Argentina.gif Exército dos Andes Argentina e Chile Flag of Spain (1785-1873 and 1875-1931).svg Exército Realista Espanha
Comandantes
José de San Martín
Bernardo O'Higgins
Rafael Maroto Yserns
Forças
3.600 homens, 9 peças de artilharia 2.450 homens, 5 peças de artilharia

A Batalha de Chacabuco foi uma batalha decisiva da independência do Chile, na qual combateram o exército dos andes e o exército espanhol. Ocorreu em 12 de fevereiro de 1817 na fazenda de Chacabuco, redondezas de Santiago

Batalha[editar | editar código-fonte]

San Martín dividiu seu exército em duas partes. A primeira, sob o comando do general O'Higgins, deveria enfrentar diretamente as forças reais, enquanto a segunda, comandada pelo general Soler, deveria mover-se pelo flanco esquerdo. Infelizmente as forças de Soler sofreram vários atrasos ao longo do dia, deixando Bernardo O'Higgins sozinho no fronte tomando as atitudes decisivas. O'Higgins ordenou que um general avançasse e atacasse a linha da infantaria real, que acabou por render-se, permitindo o avanço da cavalaria patriótica. As forças reais correram em direção a uma fazenda, enquanto isso San Martín avançava com suas forças pelo flanco. Sua chegada transformou a retirada dos realistas numa completa derrota.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.