Batalha de Cinoscéfalos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Outubro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Mapa da região de Cinoscéfalos

A Batalha de Cinoscéfalos aconteceu na Tessália em 197 a.C. entre o exército do Império Romano, liderado por Tito Quíntio Flaminino e a dinastia antigônida da Macedónia, liderada por Filipe V da Macedónia.

Os dois exércitos se encontraram perto de Pherae. As tropas de Filipe estavam confusas e desorientadas e terminaram chegando nas colinas Cinoscéfalos. Ficaram cercados pelos exércitos de Roma, sofreram várias baixas e fugiram. Após uma pequena perseguição, Flamininus deixou Filipe escapar.

A derrota do exército da Macedónia marca a passagem do poder imperial dos sucessores de Alexandre, o Grande para Roma. Junto com a Batalha de Pidna, a derrota mostrou que o exército macedónico não era mais indestrutível. A paz que se seguiu permitiu que Filipe mantivesse seu reino intacto como um estado-tampão entre a Grécia e a Ilíria. Flaminus também proclamou que os estados gregos sob jugo macedónico estavam, a partir daquele momento, livres. Filipe também teve de pagar 1.000 talentos para Roma, bem como desmontar sua Marinha e a maior parte de seu exército.

absbottom
Roma

Monumentos: Aquedutos · Catacumbas · Estradas consulares · Fontes · Igrejas · Obeliscos · Pontes · Praças · Templos · Galeria de imagens
História: Fundação de RomaRoma AntigaRepúblicaImpério
Arquitectura · Cultura · História militar · Instituições políticas

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.