Batalha de Estrúmica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Estrúmica (Strumitsa)
Guerras bizantino-búlgaras
Data agosto de 1014
Local Estrúmica, República da Macedônia
Desfecho Vitória búlgara
Combatentes
Primeiro Império Búlgaro Império Búlgaro Império Bizantino Império Bizantino
Comandantes
Primeiro Império Búlgaro Gabriel Radomir Império Bizantino Teofilacto Botaniates
Forças
Desconhecida Desconhecida
Baixas
Leves Pesadas
Estrúmica está localizado em: República da Macedônia
Estrúmica
Localização de Estrúmica no que é hoje a República da Macedônia

A Batalha de Estrúmica (Strumitsa) ocorreu perto de Estrúmica, atualmente no território da República da Macedônia, em agosto de 1014 e foi travada entre o Império Búlgaro e o Império Bizantino. Logo depois do desastre da Batalha de Clídio, as forças do filho do imperador Samuel da Bulgária, Gabriel Radomir, derrotara o exército do governador (duque) de Tessalônica, Teofilacto Botaniates, que morreu na batalha. Depois de sua morte, o imperador bizantino Basílio II foi forçado a recuar e não conseguiu se aproveitar do sucesso em Clídio.

A batalha[editar | editar código-fonte]

Depois da vitória em 29 de julho de 1014, quando grande parte do exército búlgaro foi destruído, Basílio marchou para oeste e tomou a pequena fortaleza de Matsukion, perto de Estrúmica, mas a cidade em si permaneceu sob controle búlgaro. Por isso, o imperador bizantino enviou um exército liderado pelo seu mais habilidoso general, Teofilacto Botaniates, para destruir a paliçada que protegia a entrada sul da cidade, construída por Samuel antes da invasão, abrindo assim o caminho para os bizantinos chegaram até Tessalônica pelo vale do Vardar.

Ele [Botaniates] continuou sua marcha e os búlgaros que defendiam as redondezas permitiram que ele prosseguisse ileso. Mas quando ele estava se preparando para voltar ao imperador depois de ter cumprido suas ordens, ele foi emboscado numa profunda garganta. Quando ele entrou, foi cercado e atacado com flechas e pedras; ele foi morto e ninguém poderia tê-lo ajudado...
 
João Escilitzes, Historia, v. II, p. 66.

O historiador Vasil Zlatarski afirma que o campo de batalha foi o cânion de Kosturino, entre os montes Belasitsa e Plavush. Os bizantinos não conseguiram organizar suas defesas na estreita passagem e foram aniquilados. A maior parte das tropas foi morta, incluindo o comandante. De acordo com o bispo Miguel de Devol, Botaniates foi morto pelo herdeiro do trono búlgaro, Gabriel Radomir, que o espetou com sua lança[1] [2] . Ao saber da dura e inesperada derrota, Basílio II foi forçado a recuar imediatamente para o leste e não pode avançar até Tessalônica como pretendia. Ele também levantou o cerco a Estrúmica. Para dobrar os búlgaros, Basílio II cegou 99 de cada 100 soldados capturados em Clídio, deixando o último em cada grupo com apenas um olho para guiá-lo e os enviou todos de volta ao imperador Samuel[3] .

Referências

  1. Zlatarski, History of Bulgaria in the Middle Ages, Vol. I, Part 2, p. 738
  2. Angelov / Cholpanov, Bulgarian Military History in the Middle Ages (10th–15th centuries), pp. 55–56
  3. Gyuzelev, Short History of Bulgaria, p. 74

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • João Escilitzes. Synopsis Historion, tradução para o inglês de Paul Stephenson.
  • Подбрани извори за българската история, Том II: Българските държави и българите през Средновековието, Изд. "ТАНГРА ТанНакРа ИК", София 2004, ISBN 954-9942-40-6, с. 66-67
  • Мутафчиев, Петър, Книга за българите, Издателство на БАН, София 1992, ISBN 954-430-128-3, с. 118-119
  • Златарски, Васил, История на българската държава през средните векове, том 1, част 2, Академично издателство "Марин Дринов", София 1994, ISBN 954-430-299-9 (т. 1, ч. 2), с. 738 (с. 697-700 в електронно издание)
  • Пириватрич, Сърджан, Самуиловата държава. Обхват и характер, Изд. група "АГАТА-А", София 2000, ISBN 954-540-020-X, с. 137
  • Гюзелев, Васил, България от втората четвърт на Х до началото на ХІ век, с. 71, 74, в: Димитров, Илчо (ред.), Кратка история на България, изд. "Наука и изкуство", София 1983
  • Gyuzelev, Vasil, Bulgaria from the second quarter of tenth to the beginning of 11th century, (Balgaria ot vtorata chetvart na X do nachaloto na XI vek, България от втората четвърт на Х до началото на ХІ век), in Bulgarian, In: Dimitrov, Ilcho (Ed.), Short History of Bulgaria (Kratka istoria na Balgaria, Кратка история на България), in Bulgarian, Science and Arts Publishers, Sofia 1983
  • Zlatarski, Vasil, History of Bulgaria in the Middle Ages (Istoria na balgarskata darzhava prez srednite vekove, История на българската държава през средните векове), in Bulgarian, Vol. 1, Part 2, Marin Drinov Academic Publishers, Sofia, 1994, ISBN 954-430-299-9 (That work can be found in the Internet, taken from the site "Books for Macedonia" (in Bulgarian) on 29.01.2008)