Batalha de Jankau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Jankau
Guerra dos Trinta Anos
Jankov.jpg
Data 6 de março de 1645
Local sudoeste de Praga, na Boêmia
Resultado Vitória sueca importante, mas não decisiva.
Combatentes
Suécia Sacro Império Romano-Germânico, Baviera e Saxônia
Comandantes
Lennart Torstenson Marechal Melchior Von Hatzfeldt
Forças
6.000 infantes, 9.000 cavalarianos e 80 canhões[1] 5.000 infantes, 10.000 cavalarianos e 26 canhões[1]
Baixas
1.500 mortos e feridos 8.500 mortos, feridos e capturados

A Batalha de Jankau opôs as tropas suecas comandadas por Torstensson, em marcha para a conquista de Praga e as tropas imperiais, saxônicas e bávaras comandadas por Melchior Hatzfeldt. Ela teve lugar em Jankau (Jankovice), na Boêmia Meridional.

O terreno acidentado e coberto de vegetação impediu que se travasse uma batalha regular. Cada uma das três forças fiéis ao imperador viu-se forçada a travar combates isolados e descoordenados, sendo sucessivamente vencidas. Torstensson, assim como na batalha de Wittstock, soube tirar vantagem da superioridade de sua artilharia.

Embora do ponto de vista estratégico ela não tenha tido qualquer efeito imediato, do ponto de vista material e humano foi terrível para os partidários do Imperador. Ali eles perderam metade dos efetivos envolvidos no combate. Entre os 4.000 capturados, contavam-se o próprio marechal Melchior Von Hatzfeldt, cinco generais e oito coronéis. Um marechal, o Conde Johann Von Götz, morreu em ação. A cavalaria bávara, destroçada, faria falta cinco meses depois, na Segunda Batalha de Nördlingen.

Referências

  1. a b Hans Delbrück, p.215

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • DELBRÜCK, Hans. The Dawn of Modern Warfare. Lincoln: University of Nebraska Press.
  • EGGENBERGER, David. An Encyclopedia of Battles, New York: Dover Publications, 1985.
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.