Batalha de Kolin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Kolin
Guerra dos Sete Anos
Kärtchen zur Schlacht bei Kolin (18.06.1757).jpg
Data 18 de junho de 1757
Local Na Boêmia, à leste de Praga
Desfecho A vitória Austríaca obrigou Frederico a abandonar o assédio de Praga e sair da Boêmia.
Combatentes
Flag of Prussia 1892-1918.svg Reino da Prússia Flag of the Habsburg Monarchy.svg Áustria
Comandantes
Flag of Prussia 1892-1918.svg Frederico II o Grande Flag of the Habsburg Monarchy.svg Leopold Von Daun
Forças
35 000 60 000
Baixas
8 000, mais 6 000 capturados 8 000

Na Batalha de Kolin, travada a 18 de Junho de 1757, em plena Guerra dos Sete Anos, o rei prussiano Frederico II, usando a estrada, tentou lançar todo seu esforço contra o flanco direito austríaco. Porém, viu seu plano frustrado por Daun, que conseguiu mudar o posicionamento de suas tropas, transformando a manobra prussiana em puro ataque frontal. O terreno elevado, além de favorável aos austríacos, não permitiu ao rei prussiano uma visão adequada do campo de batalha.

As colunas prussianas, lançadas ao ataque uma após a outra, de forma descoordenada, logo se viram diante de forças numericamente superiores. Ao final da tarde, após horas de intenso combate, elas estavam desorganizadas, permitindo a Daun empurrá-las montanha abaixo.

Os couraceiros prussianos, sob o comando de Oberst von Seydlitz finalmente lançaram-se na refrega, atacando o flanco direito austríaco. Deram-se, então, muitas cargas de cavalaria na região do monte Krzeczor, diminuindo a pressão imposta por Daun. E então, sob a cobertura das forças comandadas pelo General von Tauentzien, parte da força prussiana engajada na batalha pode recuar em segurança, evitando-se o pior.

Batalha de Kolin.
Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.