Batalha de Lechfeld

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Lechfeld
Incursões magiares
Data 10 de agosto de 955
Local Planície de Lechfeld, ao sul de Augsburgo, atual Alemanha
Desfecho Vitória germana decisiva
Combatentes
Germanos Magiares
Comandantes
Otão I da Germânia Bulcsú, Lehel e Súr
Forças
10 000 12 000 a 50 000

A Batalha de Lechfeld (10 de agosto de 955) foi um evento decisivo para conter as incursões e saques húngaros na Europa Central, ao resultar numa vitória decisiva para as forças de Otão, o Grande, rei da Germânia, contra os magiares, chefiados por Bulcsú, Lehel e Súr. O campo de batalha encontra-se ao sul de Augsburgo, numa planície de inundação ao longo do rio Lech.

Ademais das suas próprias, Otão contava com tropas do Duque da Baviera, bem como cavaleiros francônios, uma legião de suábios e forças de Boleslau I da Boêmia, perfazendo um contingente de cavalaria pesada de cerca de 10.000 homens, contra os quais os magiares podiam alinhar aproximadamente 50 000 guerreiros (ou 12 000, conforme algumas fontes).

O lado germano logrou sair vitorioso devido à disciplina nas suas fileiras e ao fato de que os húngaros dividiram as forças durante o embate.

Derrotados, os magiares recuaram de volta à Bacia dos Cárpatos, onde adotaram um estilo de vida mais voltado para a agricultura e foram posteriormente evangelizados, passos que levaram à criação do Reino da Hungria, meio século depois.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Batalha de Lechfeld