Batalha de Lutos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Lutos
Parte da Reconquista
Camino Real del Puerto de la Mesa.jpg
O Camino Real del Puerto de la Mesa onde a batalha ocorreu
Data 794
Local Astúrias, Espanha
Desfecho Vitória Asturiana[1]
Combatentes
Reino das Astúrias Emirado de Córdoba
Comandantes
Rei Afonso II das Astúrias Abd al-Malik ibn Abd al-Walid ibn Mugaith †[1]
e Abd al-Karim ibn Abd al-Walid ibn Mugaith
Baixas
70 000 mortos[1]

A Batalha de Lutos ocorreu no ano de 794, quando o Emir de Córdova, Hisham I enviou incursões militares contra o Reino das Astúrias,[1] sob o comando dos irmãos Abd al-Karim ibn Abd al-Walid ibn Mugaith e Abd al-Malik ibn Abd al-Walid ibn Mugaith.

A Batalha[editar | editar código-fonte]

Abd al-Karim realizou uma campanha de agressão de terra arrasada contra as terras de Álava, enquanto seu irmão, Abd al-Malik dirigiu as suas forças para o coração do Reino das Astúrias sem encontrar resistência significativa, saqueando também a cidade de Oviedo. Ele destruiu grande parte da zona rural, incluindo igrejas construídas por Fruela I.

Em seu retorno a Al-Andalus, no vale do Camino Real del Puerto de la Mesa, nas Astúrias, eles foram atacados pelo rei Afonso II com forças sob seu comando.[1] Os astúrianos emboscaram o exército muçulmano em uma parte do vale, perto de Grado, que é suposto pelos historiadores ser a área ao redor de "Los Lodos".

A batalha resultou em uma vitória das Astúrias e a maioria do exército invasor muçulmano foi exterminada sendo Abd al-Malik morto na ação. [1]

Referências

  1. a b c d e f Collins, Roger. "Caliphs and Kings: Spain, 796-1031''. [S.l.]: Blackwell Publishing, 2012.