Batalha de Nasiriyah

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Nasiriyah
Parte da Invasão do Iraque em 2003
AAV-Nsry.jpg
Data 23–29 de Março de 2003
Local Nasiriyah, Iraque
Desfecho Vitória da coalizão
Combatentes
Flag of Iraq (1991-2004).svg Iraque  Estados Unidos
 Reino Unido
Comandantes
Flag of Iraq (1991-2004).svg Ali Hassan al-Majid Estados Unidos Richard Natonski
Baixas
359-431 mortos
300 capturados
1 000 feridos[1]
30 mortos (1 por fogo amigo)
6 capturados
60 feridos

A Batalha de Nasiriyah foi uma das primeiras batalhas da Invasão do Iraque em 2003. Intensos combates ocorreram na cidade iraquiana de Nasiriyah, entre forças iraquianas e o fuzileiros navais dos Estados Unidos pelo controle das pontes sobre o Rio Eufrates e o Canal de Saddam.

A batalha começou em 23 de março, quando um comboio de suprimentos do Exército dos Estados Unidos tomou um rumo errado para a cidade e sofreu uma emboscada.[2] Onze soldados foram mortos e seis, incluindo a soldado Jessica Lynch, foram capturados.

Alguns soldados escaparam da emboscada, formando uma tela em torno de seus feridos. Eles lutaram contra os ataques iraquianos por vários minutos, até serem resgatados pela 2nd Marine Expeditionary Brigade. Após resgatar os soldados que conseguiram escapar da emboscada, a 2nd MEB, sob o indicativo de chamada Task Force Tarawa, atacou ao norte pela cidade, apreendendo duas grandes pontes ao longo do "Ambush Alley". Dezoito fuzileiros navais foram mortos em combates urbanos pesados, incluindo um fuzileiro que foi morto quando aeronaves A-10, equivocadamente, metralharam uma companhia de fuzileiros navais ao norte do Canal de Saddam.

Na noite de 24 para 25 de março, a maior parte dos fuzileiros navais do 1st Marine Regiment passaram pela cidade sobre as pontes e atacaram ao norte em direção à Bagdá. No entanto, a luta continuou em Nasiriyah até 1 de abril, quando a resistência iraquiana na cidade foi finalmente derrotada.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]