Batalha de Pidna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A Batalha de Pidna em 168 AC entre a República Romana e a dinastia antigônida representa a ascensão de Roma no mundo helenístico e o final da linhagem antigônida dos reis da Macedónia, cujo poder pode ser traçado desde Alexandre, o Grande.

É considerada a prova da superioridade do exército romano contra o exército macedónico. A Terceira Guerra Macedónica começou em 169 AC, após um número de ações por parte do rei Perseu que levaram Roma a declarar guerra ao reino da Macedónia.

Não foi o conflito final entre os dois rivais, mas acabou, em grande parte, com o poder macedónico na região. As consequências políticas da derrota na batalha foram grandes. O reino foi dividido entre quatro províncias romanas, terminando, assim, com a independência da Macedónia.

Ícone de esboço Este artigo sobre conflitos armados é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.