Batalha de Takajō

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Batalha de Takajō , também conhecida como a Batalha de Takashiro , em 1587 foi a primeira batalha da Campanha para tomar o controle de Kyūshū feita por Toyotomi Hideyoshi durante o Período Sengoku da História do Japão.

O meio-irmão de Hideyoshi, Hashiba Hidenaga trouxe 90 mil homens que desembarcaram perto do Castelo Taka (Taka-jō) na Província de Hyūga [1] . Nos anos anteriores, o Clã Shimazu da Província de Satsuma havia se espalhado por toda a ilha, utilizando como ponta de lança o recém conquistado território do Clã Ōtomo no Domínio de Funai. Ao fazer isso, se tornaram um poder significativo na região, que ameaçava a supremacia de Hideyoshi.

As forças de Hidenaga perseguiu os Shimazu e sitiaram a fortaleza. Shimazu Iehisa foi obrigado a trazer sua força de cerca de 20.000 homens da linha de frente para a retaguarda, chocando-se com um destacamento de 15.000 guerreiros Toyotomi [1] .

Três mil guerreiros Shimazu desmantelaram as fortificações dos sitiantes, e os distraíram tempo suficiente para que se pudesse efetuar um ataque de cavalaria. No entanto, logo em seguida, encontraram-se flanqueados por 1.500 guerreiros Toyotomi, que fizeram todos os esforços para dar a aparência de serem uma força bem maior na retaguarda dos Shimazu, cortando sua fuga[1] .

Lutando através das forças dos Toyotomi, os Shimazu efetuaram a retirada, deixando Taka-jō e a área circundante para Hidenaga [1] .

Campanha de Kyūshū (1586 a 1587)
Cerco de Toshimitsu -- Batalha de Hetsugigawa -- Batalha de Takajō -- Cerco de Ganjaku -- Cerco de Akizuki -- Batalha de Sendaigawa -- Cerco de Kagoshima

Referências

  1. a b c d Stephen Turnbull The Samurai: A Military History (em inglês) Routledge, 1996 pp. 172 - 174 ISBN 9781873410387


Ícone de esboço Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.