Batalha do vau de Jacó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Batalha de Vadum Iacob)
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha do vau de Jacó
Terceira Cruzada
Ateret-S-164.jpg
Ruínas da fortaleza dos cruzados em vau de Jacó
Data 1179
Local Vau de Jacó, atual Ateret
Desfecho Vitória dos muçulmanos.
Combatentes
Flag of Kingdom of Jerusalem.svg Reino de Jerusalém Flag of Ayyubid Dynasty.svg Império Aiúbida
Comandantes
Balduíno IV de Jerusalém Saladino
Forças
cerca de 1500 desconhecido
Baixas
800 mortos,
700 capturados
desconhecido

A Batalha do vau de Jacó (em latim: Vadum Iacob) foi uma batalha das cruzadas, travada no final de Agosto de 1179 entre o Reino Latino de Jerusalém e as forças muçulmanas de Saladino que fizeram cerco a esta fortificação conhecida por Fortaleza de Chastellet. A vitória deste último foi e é considerada um grande revés para o referido estado cristão e a sua presença na região.

Em consequência disso o papa Alexandre III mandou editar a bula Ad vestram non dubitamus, dirigida aos arcebispos e bispos para receberem condignamente os peregrinos que regressavam, atendendo que a Santa Sé tinha obrigação de confortar os que padeciam em defesa da fé, e recomendava para que honrassem ainda mais do que era costume fazê-lo os cavaleiros templários[1] , precisamente pela sua contribuição na supervisão da construção deste forte e sua defesa que levou à morte de muitos deles.

O local também é conhecido em hebraico moderno como Ateret.

Referências

  1. Quadro Elementar Das Relações Politicas E Diplomaticas De Portugal Com As Diversas Potencias Do Mundo Desde O Princípio Da Monarchia Portuguesa Até Nossos Dias, Visconde de Santarém, Tomo Oitavo, pág.s 11 e 12, Casa JP Aillaud, Pariz, 1853

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Campo de Batalha de Vadum Iacob (1179) vista do entrada principal de Chastellet para o leste através do rio Jordão.
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.