Batalha do Estreito de Otranto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Batalha do Estreito de Otranto
Primeira Guerra Mundial
Novaral.jpg
SMS Novara durante a batalha
Data 14-15 de Maio de 1917
Local Estreito de Otranto, Mar Adriático
Desfecho Vitória Austro-Húngara
Combatentes
Reino Unido Reino Unido
Flag of Italy (1861-1946) crowned.svg Itália
França França
Flag of Austria-Hungary (1869-1918).svg Áustria-Hungria
Império Alemão Império Alemão
Comandantes
Flag of Italy (1861-1946) crowned.svg Alfredo Acton Flag of Austria-Hungary (1869-1918).svg Miklós Horthy
Forças
2 cruzadores ligeiros
10 contratorpdeiros
47 traineiras
1 cruzador couraçado
3 cruzadores ligeiros
4 contratorpedeiros
Baixas
1 cruzador ligeiro danificado
2 contratorpedeiros afundados
14 traineiras afundadas
4 traineiras danificadas
2 cruzadores ligeiros danificados


A Batalha do Estreito de Otranto foi o resultado de um ataque austro-húngaro à Barragem de Otranto, um bloqueio naval Aliado do Estreito de Otranto. A batalha teve lugar entre os dias 14 e 15 de Maio de 1917, e representou a maior acção à superfície no mar Adriático durante a Primeira Guerra Mundial.[1] O Bloqueio de Otranto consistia em uma barreira fixa, composta por traineiras especialmente equipadas com redes anti-submarino e minas, e apoiados por patrulhas navais Aliadas.

A marinha austro-húngara planeava atacar o bloqueio Aliado com uma força de cruzadores ligeiros e dois contratorpedeiros sob o comando do capitão Miklós Horthy, para furar a barreira e assim permitir o acesso de U-Boot no Mediterrâneo e aos navios Aliados. Uma força Aliada composta por navios de três marinhas responderam ao ataque e, na batalha que se seguiu, causou grandes danos ao cruzador austro-húngaro Novara. No entanto, o rápido apoio de forças austro-húngaras forçaram o contra-almirante Acton, o comandantes dos Aliados, a retirar.

Referências

  1. Marshall Cavendish Corporation, p. 396

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Burg, David F.; Purcell, L. Edward. Almanac of World War I. [S.l.]: University Press of Kentucky, 2004. ISBN 0-8131-9087-8.
  • Halpern, Paul G.. A Naval History of World War I. Annapolis: Naval Institute Press, 1995. ISBN 1-55750-352-4.
  • Marshall Cavendish Corporation. History of World War I. [S.l.]: Marshall Cavendish, 2002. vol. 2. ISBN 0-7614-7231-2. Visitado em 18 January 2009.
  • Tucker, Spencer E.. The Encyclopedia of World War I. [S.l.]: ABC-CLIO, 2005. ISBN 1-85109-420-2.
Portal A Wikipédia possui o portal:
Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.