Batalha do Passo de Rishki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha do Passo de Rishki
Guerras bizantino-búlgaras
Data 759
Local Passo de Rishki, cordilheira dos Balcãs
Desfecho Vitória búlgara
Combatentes
Primeiro Império Búlgaro Primeiro Império Búlgaro Império Bizantino
Comandantes
Primeiro Império Búlgaro Vinekh Império Bizantino Constantino V
Forças
Desconhecida Grande exército
Baixas
Leves Pesadas
Passo de Rishki está localizado em: Bulgária
Passo de Rishki
Localização da batalha no que é hoje a Bulgária

A Batalha do Passo de Rishki (em búlgaro: Битката при Ришкия проход) foi travada no passo de mesmo nome, na cordilheira dos Balcãs, na atual Bulgária, em 759 entre as forças do Império Bizantino e do Império Búlgaro e terminou em vitória búlgara.

História[editar | editar código-fonte]

Entre 755 e 775, o imperador bizantino Constantino V organizou nove campanhas para eliminar o nascente estado búlgaro na região da Mésia e, mesmo tendo conseguido derrotar os búlgaros diversas vezes, jamais conseguiu realizar seu objetivo. Em 759, um enorme exército bizantino invadiu a região, mas o Vinekh teve tempo suficiente para bloquear os passos de montanha. Quando os bizantinos chegaram ao passo de Rishki, foram emboscados e completamente derrotados. O historiador bizantino Teófanes, o Confessor, relata que os búlgaros assassinaram o estratego da Trácia, Leão, o comandante de Drama e muitos soldados.

Contudo, Vinekh não se aproveitou da oportunidade para invadir o Império Bizantino e, ao invés disso, enviou emissários para negociar uma paz, um ato que se mostrou bastante impopular entre seus nobres e que levou ao seu assassinato em 762.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]