Batalhas de Lexington e Concord

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Lexington e Concord
Guerra da Independência dos Estados Unidos da América
Battle of Lexington, 1775.png
Data 19 de Abril de 1775
Local Condado de Middlesex (Massachusetts)
Desfecho Vitória Colonial; início da Guerra da Independência dos Estados Unidos da América
Combatentes
Província de Massachusetts Bay Union flag 1606 (Kings Colors).svg Grã-Bretanha
Comandantes
US flag 13 stars – Betsy Ross.svg John Parker
James Barrett
John Buttrick
William Heath
Joseph Warren
Isaac Davis 
Union flag 1606 (Kings Colors).svg Francis Smith
John Pitcairn
Hugh Percy
Forças

Lexington: 77[1] [2]
Concord: 400[3]
No fim da batalha: 3800[1]
À saída de Boston 700[4]
Lexington: 400[5]
Concord: 100[6]
No fim da batalha: 1500[7]
Baixas
49 mortos,
39 feridos,
5 desaparecidos[8]
73 mortos,
174 feridos,
53 desaparecidos[8]

As Batalhas de Lexington e Concord foram os primeiros confrontos da Guerra da Independência dos Estados Unidos da América.[9] [nota 1] As batalhas tiveram lugar a 19 de Abril de 1775, no Condado de Middlesex (Massachusetts), Província de Massachusetts Bay, nas cidades de Lexington, Concord, Lincoln, Menotomy (actual Arlington) e Cambridge, perto de Boston. As batalhas marcaram o início das lutas armadas em o Reino da Grã-Bretanha e as suas Treze Colónias no continente norte-americano.

Cerca de 700 tropas regulares do Exército britânico, lideradas pelo tenente-coronel Francis Smith, receberam ordens secretas para capturar e destruir as provisões militares que eram guardadas pela milícia de Massachusetts em Concord. Com a ajuda da espionagem, os patriotas coloniais ficaram a saber, semanas antes da expedição britânica, que as suas provisões estavam em risco, e moveram-nas para outros locais. Das informações recolhidas, ficaram a saber dos planos britânicos para a noite anterior à batalha, e rapidamente deram essa notícia às milícias da zona.

Os primeiros disparos foram efectuados ao nascer do sol Lexington. A milícia estava em desvantagem numérica e acabou por recuar, com as tropas regulares a seguir para Concord, onde procuraram pelas provisões. Na Old North Bridge, em Concord, cerca de 500 milícias combateram e derrotaram três companhias das tropas britânicas. Em desvantagem, as tropas regulares fugiram dos minutemen depois de uma batalha combinada em terreno aberto.

Pouco depois, chegaram mais milícias que infligiram pesadas baixas nas forças regulares, à medida que iam retirando para Boston. Depois de regressar para Lexington, a expedição de Smith foi salva por reforços liderados pelo brigadeiro-general Hugh Percy. A força combinada, agora de 1700 homens, marchou para Boston debaixo de fogo pesado, numa retirada táctica, chegando à segurança da cidade de Charlestown. As milícias que se iam juntando na região, bloquearam o acesso por terra a Charlestown e Boston, dando início ao Cerco de Boston.

Ralph Waldo Emerson, no seu "Concord Hymn", descreve o primeiro tiro disparado pelos patriotas em North Bridge como «um tiro ouvido "por todo o mundo"».[10]

Notas

  1. Existe uma controvérsia em relação ao facto de se considerar a Batalha de Point Pleasant, seis meses antes, como o início da guerra. Apesar de uma resolução do Senado norte-americano, de 1908, a indicar como tal, poucos historiadores, ou mesmo nenhuns, aceitam esta interpretação.[1]

Referências

  1. a b Coburn, p. xii
  2. O número exacto de milícias no terreno é um assunto em discussão. Fischer (notas na p. 400) cita contagens contemporâneas, e de outros historiadores, como sendo entre 50 e 70, e refere (p. 183) que Sylvanus Wood, num relato efectuado 50 anos mais tarde, indica apenas 38. Coburn (p. 60) refere 77 homens, pelo seu nome.
  3. Chidsey, p. 29 estima a força colonial em 500 no início dos confrontod. Coburn, pp. 80–81, conta 300, mais algumas companhias cujo montante não é identificado.
  4. Chidsey, p. 6. Esta é a dimensão total das forças de Smith.
  5. Coburn, p. 64. Esta força é constituida por seis companhias de infantaria ligeira, sob o comando de Pitcairn.
  6. Coburn, p. 77 e outras fontes, indicam "três companhias". Chidsey, p. 28 refere que a dimensão de companhia é de "28, em termos nominais".
  7. Coburn, p. 114 estima a força de Percy em 1000. Este número reflecte a estimativa mais a força à partida, menos baixas.
  8. a b Chidsey, p. 47 cita todas as baixas excepto desaparecidos. Coburn, pp. 156–159 faz um levantamento por cidade, e por nome de cada uma das baixas americanas; e, por cada companhia, as perdas britânicas, incluindo desaparecidos (do relatório de Gage). Chidsey, Coburn e Fischer discordam em algumas contagens americanas: Chidsey e Fischer indicam 39 feridos; Coburn 42. Fischer, pp. 320–321 também regista 50 americanos mortos na batalha vs 49 de Chidsey e Coburn.
  9. French, pp. 2, 272-273
  10. Emerson's Concord Hymn

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.