Batman: The Killing Joke

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
'Batman: The Killing Joke'
A Piada Mortal (BR)
Batman The Killing Joke 2008.jpg
Capa da edição de luxo, publicada em 2008
Editora DC Comics
Editora Março de 1988
Publicação
Formato de publicação História contida
Personagens Batman
Coringa
Jim Gordon
Barbara Gordon
Equipe criativa
Roteirista(s) Alan Moore
Arte Brian Bolland
Letrista(s) Richard Starkings
Colorista(s) John Higgins (original)
Brian Bolland (Edição de Luxo)

Batman: The Killing Joke (no Brasil: Batman: A Piada Mortal) é uma história em quadrinhos em edição única, escrita por Alan Moore e desenhada por Brian Bolland, publicada pela DC Comics em 1988.

Ela conta mais uma versão pra origem do Coringa, o arqui-inimigo do Batman. Apesar do Coringa prosseguir sem uma origem definida, esta acabou se tornando a versão mais aceita e respeitada pelos leitores.

Em 2008 foi relançada em uma edição com capa dura.[1] Essa nova edição de luxo recebeu uma nova coloração, pelo próprio Brian Bolland, dando mais sombreamento e realismo.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Uma história impactante e definitiva do surgimento do maior vilão do Cavaleiro das Trevas, o Príncipe Palhaço do Crime, popularmente conhecido como Coringa, marcada pela violência e temas pesados.

Tudo começa quando o Batman, analisando a espiral de violência que permeava o contato de ambos, ao longo dos anos, e prevendo que isso poderia levar um ou ambos á morte, vai ao Asilo Arkham tentar dialogar com seu inimigo. Ao interrogá-lo, descobre que na verdade, o Coringa fugiu mais uma vez do sanatório! Fora da prisão, o Coringa arquiteta um plano para mostrar a todos o que a loucura, por mais simples que seja, pode fazer com um homem! Primeiro ele atira na filha do Comissário Gordon, Barbara Gordon, também conhecida como Batgirl e posteriormente como Oráculo, deixando-a paralítica. Isso não é muito claro, mas parece que o Coringa acaba estuprando a filha do Comissário e ainda tira fotos disso e mostra para Gordon, tentando enlouquecê-lo! Em meio a tudo isso, é contada por meio de flashbacks, a história do Coringa: um comediante mal sucedido na beira do abismo da loucura, bastava um empurrãozinho para jogá-lo lá, bastava um dia ruim! Esse é o tema da história: Coringa queria provar que o homem mais são podia se tornar o mais louco, queria mostrar que bastava um pequeno incidente que qualquer um podia se tornar um maluco! Com tudo isso, o Coringa tenta enlouquecer Gordon, mas Batman entra em ação e o desfecho dessa história é sensacional, com uma piada que, bem, é melhor vocês lerem, mas posso dizer que a Piada é Mortal!

Filme Animado[editar | editar código-fonte]

No dia 11 de julho de 2015 no evento anual da Comic-Con, foi anunciado que uma adaptação de A Piada Mortal seria produzida e que teria base de estreia em 2016. O elenco ainda não foi confirmado, mas o dublador Mark Hamill mostrou interesse de voltar da aposentadoria para dublar o classico épico na voz de Coringa.

Referências

  1. Batman: The Killing Joke, deluxe ed. (New York: DC Comics, 2008).
Ícone de esboço Este artigo sobre Banda desenhada da DC Comics é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.