Bauru (sanduíche)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A fachada do Restaurante Ponto Chic (filial do Paraíso).

O bauru é um sanduíche brasileiro inventado por Casimiro Pinto Neto, apelidado "Bauru" em referência à sua cidade natal, no restaurante Ponto Chic do Largo do Paiçandu, em 1934[1] . O sanduíche logo se tornou popular e foi batizado com a alcunha de seu criador.

Diversas famosas personalidades muito conhecidas já apreciaram o sanduíche.[2]

A receita original de Pinto Neto, oficializada pela lei municipal 4314, de 24 de junho de 1998, aprovada pela câmara dos vereadores de Bauru, consiste em um pão francês com rosbife, fatias de tomate, picles e queijo muçarela derretido, condimentado com orégano e sal[3] . Há, atualmente, variações da receita, que todavia não são tidas como o verdadeiro bauru. Dentre essas variações, destacam-se oito:

  • Bauru francês: pão francês com roastbeef, queijo gruyère derretido e mostarda dijon.
  • Bauru italiano: pão francês com roastbeef, queijo muzzarela derretido, presunto de Parma, tomate seco e orégano.
  • Bauru americano: pão francês com roastbeef, queijo muzzarela derretido, alface americana, tomate e picles.
Um sanduíche de bauru em sua versão portuguesa, feito em casa.

Hoje, há um programa de certificação para o bauru, disponível no sítio oficial[4] , mas isto não significa que todo sanduíche conhecido como bauru siga a receita acima. Sendo um tipo de sanduíche extremamente popular no Brasil, o bauru possui inúmeras variações em ingredientes e métodos de preparo.

Referências

  1. A história do sanduíche bauru
  2. a b Revista "Gosto" Nº 10 - Maio 2010; Editora Isabela - pg.46 - José Antônio Dias Lopes.
  3. A receita do bauru
  4. Sítio oficial

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.