Bdélio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Bdélio (em hebraico, bedolach, latim, bdellium, grego, βδὲλλιον) é uma goma-resina aromática comum no Oriente Médio e empregada para falsificar a mirra.[1]

Em seu estado natural fica sob a forma de grandes rasgos esferoidais, vermelho ou marrom-avermelhado, odor aromático semelhante ao da mirra (produzida principalmente a partir de Commiphorra myrrha)[2] e gosto muito amargo. É feito a partir de uma variedade de espécies vegetais da Commiphora e da Burseracee (África e Ásia). O bdélio encontra aplicação na medicina e na perfumaria. No primeiro caso, é usado para fazer emplastros amargos, adstringentes e tônicos, além de em bandagens. No segundo caso, pode ser usado como mirra sofisticante.

Na Bíblia[editar | editar código-fonte]

Citada no livro de Gênesis, na passagem que fala de uma região próxima ao rio Pisom:

"10E saía um rio do Éden para regar o jardim; e dali se dividia e se tornava em quatro braços.

11O nome do primeiro é Pisom; este é o que rodeia toda a terra de Havilá, onde há ouro.

12E o ouro dessa terra é bom; ali há o bdélio, e a pedra sardônica."

Referências

  1. Dicionário Bíblico - Elos de Jesus (em português).
  2. Andrew Dalby, Dangerous Tastes: The Story of Spices, 2000, "Gum guggul" p. 109f.

Leitura complementar[editar | editar código-fonte]