Beatriz Enríquez de Arana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Beatriz Enríquez de Arana (Santa María de Trassierra, Córdova, 1467 - ídem, 1521) Foi uma amante de Cristóvão Colombo e mãe do seu filho Fernando Colombo.

Beatriz era filha de Pedro de Torquemada e de Ana Nuñez de Arana, oriunda de uma família pobre e humilde, mas honrada. Segundo se crê, a sua relação com Colombo teria tido lugar quando este ainda era casado1 . Colombo chega pela primeira vez a Córdova em 20 de Janeiro de 1485, tendo então Beatriz de idade entre 15 a 20 anos. Seria, possivelmente uma das criadas do albergue onde se hospedou.1

No Inverno de 1487-1488 Colombo teve o caso amoroso com Beatriz, a qual dá à luz, a 15 de Agosto de 1488, Fernando Colombo. Após o nascimento do filho, Colombo vai a Portugal, possivelmente devido ao falecimento de sua mulher Filipa Moniz1 .

No seu testamento Colombo deixa a Beatriz a renda anual de 10.000 maravedis, possivelmente como reparação pelos danos causado à sua honra. Colombo protegeu igualmente alguns dos seus parentes, tendo levado nas suas expedições Diego e Pedro de Arana, primos de Beatriz.1

Notas

  1. a b c d Vide "Datos nuevos referentes a Beatriz Enríquez de Arana y los Aranas de Córdoba..." na Biblioteca Virtual Miguel Cervantes (2006)

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História da Espanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.