Beatriz Haddad Maia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tenista Beatriz Haddad Maia
Biahaddadwiki.jpg
Banco do Brasil
Governo Federal
Alcunha(s) Bia Haddad Maia
País  Brasil
Residência Balneário Camboriu
Data de nasc. 30 de Maio de 1996 (18 anos)
Local de nasc. São Paulo,  São Paulo,  Brasil
Altura 1,84 m
Treinado por Marcus Vinicius Barbosa (Bocão)
Profissionalização 2010
Mão esquerda
Prize money US$45,184Fonte
Simples
Vitórias-Derrotas 104-49
Títulos 4 ITF
Melhor ranking Nº 259 (15 dezembro de 2014)
Ranking atual simples Nº 259
Resultados de Grand Slam
Open da Austrália -
Júnior 2R (2013)
Open da França -
Júnior 3R (2012, 2013)
Wimbledon -
Júnior 3R (2013)
U.S. Open -
Júnior 1R (2012)
Duplas
Vitórias-Derrotas 44-30
Títulos 4 ITF
Melhor ranking Nº 321 (08 de julho de 2013)
Resultados de Grand Slam de Duplas
Open da Austrália -
Júnior 2R (2012, 2013)
Open da França -
Júnior F (2012, 2013)
Wimbledon -
Júnior SF (2011)
U.S. Open -
Júnior 2R (2012)
Última atualização em: 15 de dezembro de 2014.

Beatriz Haddad Maia (São Paulo, 30 de maio de 1996) é uma tenista profissional brasileira.

Biografia e Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou a jogar tênis aos 5 anos. É canhota e usa duas mãos no backhand. Em 7 de maio de 2012 (aos 16 anos) atingiu a 598ª posição na classificação da Associação de Tênis Feminino (WTA) e em 23 de abril de 2012 (aos 15 anos) chegou à 15ª posição no circuito juvenil (até 18 anos) da Federação Internacional de Tênis (ITF).[1] [2]

Juvenil[editar | editar código-fonte]

  • Melhor ranking (simples) - nº 15 (24/04/2012)[1]
  • Recorde simples - 65/41 (V/D)

2010[editar | editar código-fonte]

Ainda dedicando a maior parte da sua carreira ao circuito juvenil, não consegue grandes resultados, com 14 anos de idade começa jogar chaves de torneios de 18 anos. Mesmo com pouca idade começa jogar torneios profissionais, em junho consegue a sua primeira vitoria em uma chave de torneio profissional, em cima da equatoriana Mariana Correia(então com 26 anos), no ITF $10,000 em São Paulo.[2]

Ganhou seu primeiro título profissional em setembro de 2010 (aos 14 anos), no torneio de Mogi das Cruzes, nas duplas com Flávia Guimarães Bueno.

Em outubro no Brasil, vence na categoria 18 anos juvenil a Copa GTC, torneio juvenil de Grade 5 da ITF, em simples e duplas.

2011[editar | editar código-fonte]

No circuito juvenil, conquistou em 2011 nas duplas, o sulamericano em La Paz, Bolívia, ao lado da equatoriana Doménica González. Meses depois, venceu as finais de simples e de duplas (com Luísa Rosa) da Copa Guga Kuerten, na categoria 18 anos. Em parceria com a paraguaia Montserrat González, foi campeã de duplas do torneio de Assunção, Paraguai, etapa paraguaia do circuito sulamericano juvenil.[1]

Novamente nas duplas com Carla Forte, venceu o ITF future $10 mil dólares de São Paulo em agosto de 2011. Em agosto de 2011 chega a primeira final de um torneio profissional em simples, perdendo para brasileira Maria Fernanda Alves.

Em outubro com 15 anos de idade consegue ganhar o seu primeiro Torneio Profissional em simples, na cidade de Goiânia, venceu tanto em simples quanto duplas (em parceria com Paula Gonçalves).[3]

2012[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2012, se tornou a mais jovem tenista brasileira a disputar a Fed Cup aos 15 anos e 247 dias. Também fez parte da equipe que foi segunda colocada no Zonal Americano I de 2013, mas não chegou a jogar.

Em Março de 2012 é finalista da 29th Copa Gerdau de Tenis, principal competição Juvenil do Brasil(Única de Grade A da ITF no País), na categoria 18 anos.[4]

Até 9 de junho de 2012, acumulava dois títulos de simples e três títulos de duplas no circuito profissional da ITF, todos em torneios da série future (eventos com premiação geral de 10 mil dólares). Em abril de 2012 venceu o future de Ribeirão Preto, seu primeiro torneio conquistado em piso duro. As conquistas anteriores haviam sido todas no saibro.

Em 8 de junho de 2012, disputando a categoria juvenil de duplas do Torneio de Roland Garros (com a paraguaia Montserrat Gonzalez), tornou-se a terceira brasileira a chegar à final de um Grand Slam de tênis (além de Maria Esther Bueno e Cláudia Monteiro).[5]

Em Setembro tenta entrar pela primeira vez em um torneio da WTA, jogando o qualificatório do WTA de Quebec no Canada, mais

perde na primeira rodada do qualificatório.

É eleita pelo 4ª vez consecutiva a melhor tenista Juvenil do Brasil(2009,2010,2011 e 2012).[6]

2013[editar | editar código-fonte]

Logo em fevereiro, no Brasil consegue a sua primeira vitoria em um torneio da WTA, na primeira edição do WTA de Florianópolis(Brasil Tennis Cup), mesmo entrando como convidada na chave, vence na primeira rodada a na época norte americana Chieh-Yu HSU, sendo eliminada na segunda rodada em um jogo muito equilibrado e cheio de alternativas onde bia chegou a ter 3 match points, para fechar o jogo no terceiro set, mais acabou derrotada pela então número 100 no ranking da WTA , a experiente húngara Melinda Czink, pelo placar de 6-1, 2-6 e 6-7(3-7).[7]

O ano prometia muito e em março e abril, ganha mais dois torneios profissionais em simples ITF futures de $10 dólares, sendo um no Brasil em São Paulo e o outro na Turquia em Antalya, sendo este a primeira conquista profissional em simples fora do Brasil.

Ainda Jogando alguns Torneios como Juvenil repetiu a Final em simples do ano anterior na 30th Copa Gerdau de Tenis, principal competição Juvenil do Brasil(Única de Grade A da ITF no País)[8] na categoria 18 anos. e em Junho repetiu também a Final de duplas do Torneio de Roland Garros (com a equatoriana Doménica González).[9]

Em 2013, entrou pela primeira vez no top 300 profissional de simples, e começou a chegar em finais de torneios ITF Challenger de $25 mil dólares, sendo vice-campeã em Caserta e Lenzerheide, nos meses de maio e junho, respectivamente.[10]

Mais o ano aguardava surpresas para Bia e em um Torneio ITF Challenger de $25 dólares em Campinas - São Paulo, no mês de Julho. Bia estava à frente no placar com 2-1 e quebra sobre a argentina Andrea Benitez, quando caiu em uma parte da quadra que estava molhada. Após fazer exames constatou um lesão no ombro que afastou a tenista das quadras por 2 meses.[11]

Em Outubro quando jogava o seu primeiro torneio após retorno da lesão no ombro nos Estados Unidos, nova lesão agora na coluna e novamente afastamento das quadras, até o fim do ano e finalizou assim, um ano que começou promissor no primeiro semestre, terminou em luta contra lesões no segundo semestre.[12]

2014[editar | editar código-fonte]

Começa a dedicar a carreira exclusivamente ao profissional, encerrando o ciclo juvenil aos 18 anos de idade.

O ano começa com a Tenista disposta a voltar a melhor forma, recuperada das lesões que afastaram da quadra durante o segundo semestre de 2013. Mais bia sente dificuldade em quadra, em fevereiro de 2014 disputa os primeiros torneios após o afastamento, recebendo o convite disputou a primeira edição do Rio Open, no Rio de Janeiro, além de jogar pela segunda vez o WTA Brasil Tennis Cup, em Florianópolis, também como convidada da organização, mais não obtém vitórias sendo sempre eliminada na primeira rodada.

Em março disputa 2 torneios ITF Challenger de $25 mil dólares no Brasil, mais também não obtém vitórias.

Em abril tenta jogar a chave principal de 4 torneios ITF Challenger nos Estados Unidos, sendo 2 de $25 mil dólares e 2 de $50 mil dólares, mais novamente as vitorias em chave principal não vem, ganhando apenas algumas rodadas nos qualificatórios. Mais em Maio no ITF future de $10 mil dólares de Caserta na Itália, alcança as primeiras vitorias em simples após o retorno das lesões, ganhando 2 rodadas e parando nas quartas de final.[2]

Em junho de 2014, foi vice-campeã de simples no ITF de Breda, na Holanda. Também na Holanda, foi vice-campeã de duplas ao lado da argentina Tatiana Bua em Amstelveen e campeã em Alkmaar com a americana Bernarda Pera.[13]

Em julho por não defender os pontos da final torneio ITF Challenger de $25 mil dólares, em Lenzerheide, cai bastante no Ranking WTA chegando a sair do top 500, atingindo ao nº 586 em 07/07/2014[14] , seu pior ranking desde janeiro de 2013. Ainda em Julho faz uma faz uma série de 3 torneios ITF Challenger de $25 mil dólares na Europa, fazendo semi-final em um torneio, ganhando uma rodada em outro e fechando a série com quartas de final.

Após quatro anos trabalhando com Larri Passos, no segundo semestre de 2014 passou a ser treinada pelo técnico Marcus Vinicius Barbosa, o Bocão, com quem já havia trabalhado na Larri Passos Tênis Pro. [15]

Volta a competir em setembro em mais uma série de 3 torneios ITF Challenger de $25 mil dólares novamente na Europa e novamente faz semi final em um torneio, ganha uma rodada em outro e fecha a série com quartas de final, voltando ao top 400 do Ranking WTA, alcançando nº 385.

Com a confiança de volta, no final de outubro parte para uma série de 3 torneios ITF Challenger de $50 mil dólares nos Estados Unidos, mesmo tendo que jogar o qualificatório em todos. Consegue furar o qualificatório do primeiro e do terceiro torneio, ganhando uma rodada na chave principal do primeiro torneio e indo até as quartas de final no terceiro, sendo essas as suas primeiras vitórias em ITF Challenger de $50 mil dólares.[16]

Em novembro disputa mais um torneio, ITF Challenger de $50 mil dólares, em Assunção no Paraguai e vai até as quartas de final, voltando ao Top 300 do Ranking WTA com essa campanha nº 295.

Decidida a recuperar seu ranking, em dezembro resolve disputar mais 2 torneios ITF Challenger de $25 mil dólares no México para fechar o ano e consegue boas campanhas em simples, sendo Finalista no primeiro e indo até a semi final no outro, obtendo o seu melhor ranking da WTA e tornando-se a tenista nº 2 do Brasil no ranking WTA atrás apenas de Teliana Pereira.[17]

Ranking[editar | editar código-fonte]

  • Atual Ranking de Simples: 259°
  • Melhor Ranking de Simples: 259° (15/12/14)[18]
  • Atual Ranking de Duplas: 321°
  • Melhor Ranking de Duplas: 321° (08/07/2013)

Evolução do ranking de simples[editar | editar código-fonte]

Posição na última semana de cada ano[19] :

  • 2011: n° 746 do mundo
  • 2012: n° 582 do mundo
  • 2013: n° 288 do mundo
  • 2014: n° 335 do mundo

Circuito Profissional ITF e WTA Challergers - Finais[editar | editar código-fonte]

Olympic pictogram Tennis.pngSimples: 8 (4-5)[editar | editar código-fonte]

Legenda
WTA Challenger (125's)
Torneio ITF $100,000
Torneio ITF $75,000
Torneio ITF $50,000
Torneio ITF $25,000
Torneio ITF $15,000
Torneio ITF$10,000
Titulos por Piso
Duro (2–1)
Saibro (2–4)
Grama (0–0)
Carpete (0–0)
Resultado No. Data Torneio Piso Adversária da Final Placar
Finalista 1. 5 de agosto de 2011 Brasil São Paulo, Brasil Saibro Brasil Maria Fernanda Alves 6-4, 5-7, 3-6
Campeã 2. 28 de outubro de 2011 Brasil Goiânia, Brasil Saibro Portugal Bárbara Luz 6-2, 6-0
Campeã 3. 6 de abril de 2012 Brasil Ribeirão Preto, Brasil Duro África do Sul Natasha Fourouclas 6-0, 6-1
Campeã 4. 30 de março de 2013 Brasil Ribeirão Preto, Brasil Saibro Argentina Andrea Benítez 7-6(7–2), 6-2
Campeã 5. 21 de abril de 2013 Turquia Antalya, Turquia Duro República Checa Tereza Martincova 6-4, 6-3
Finalista 6. 25 de maio de 2013 Itália Caserta, Itália Saibro República Checa Renata Voracova 4-6, 1-6
Finalista 7. 23 de junho de 2013 Suíça Lenzerheide, Suiça Saibro Alemanha Laura Siegemund 2-6, 3-6
Finalista 8. 29 de junho de 2014 Países Baixos Breda, Holanda Saibro Estados Unidos Bernarda Pera 1-6, 6-7(8–10)
Finalista 9. 7 de dezembro de 2014 México Merida, México Duro Roménia Patricia Maria TIG 6-3 3-6 1-6

Olympic pictogram Tennis.pngOlympic pictogram Tennis.pngDuplas: 6 (4-2)[editar | editar código-fonte]

Legenda
WTA Challenger (125's)
Torneio ITF $100,000
Torneio ITF $75,000
Torneio ITF $50,000
Torneio ITF $25,000
Torneio ITF $15,000
Torneio ITF $10,000
Titulos por Piso
Duro (0–1)
Saibro (4–1)
Grama (0–0)
Carpete (0–0)
Resultado No. Data Torneio Piso Parceiro Adversárias da Final Placar
Campeã 1. 24 de setembro de 2010 Brasil Mogi das Cruzes, Brasil Saibro Brasil Flávia Guimarães Bueno Brasil Maria Fernanda Alves
Brasil Natasha Lotuffo
6–1, 6–3
Campeã 2. 4 de agosto de 2011 Brasil São Paulo, Brasil Saibro Brasil Carla Forte Paraguai Isabella Robbiani
Índia Kyra Shroff
6–7(5–7), 6–3, [10–7]
Campeã 3. 27 de outubro de 2011 Brasil Goiânia, Brasil Saibro Brasil Paula Cristina Gonçalves Brasil Flávia Dechandt Araújo
Brasil Karina Venditti
6–4, 5–7, [12–10]
Finalista 4. 13 de abril de 2013 Turquia Antalya - Turquia Duro Portugal Bárbara Luz Roménia Irina Maria Bara
Roménia Diana Buzean
5–7, 1–6
Finalista 5. 15 de junho de 2014 Países Baixos Amstelveen - Holanda Saibro Argentina Tatiana Bua Estados Unidos Bernarda Pera
Bulgária Viktoriya Tomova
0–6, 1–2 RET
Campeã 6. 22 de junho de 2014 Países Baixos Alkmaar - Holanda Saibro Estados Unidos Bernarda Pera Países Baixos Charlotte Van Der Meij
Países Baixos Mandy Wagemaker
6–1, 1–6, [10-5]

Circuito Juvenil ITF - Finais[editar | editar código-fonte]

Finais Juvenis de Grand Slam (0–2)[editar | editar código-fonte]

Olympic pictogram Tennis.pngOlympic pictogram Tennis.pngDuplas: 2[editar | editar código-fonte]

Resultado Ano Torneio Piso Parceira Adversárias da Final Placar
Finalista 2012 FrançaRoland-Garros, França Saibro Paraguai Montserrat González Rússia Daria Gavrilova
Rússia Irina Khromacheva
6–4, 4–6, [8–10]
Finalista 2013 FrançaRoland-Garros, França Saibro Equador Doménica González República Checa Barbora Krejcikova
República Checa Katerina Siniakova
5-7, 2-6

Fed Cup - Participações[editar | editar código-fonte]

Olympic pictogram Tennis.pngSimples[editar | editar código-fonte]

Edição Etapa Data Localização Contra Piso Adversária V/D Placar
Fed Cup 2012
Zonal Americano Grupo I
R1 1 de fevereiro de 2012 Brasil Curitiba, Brasil Venezuela Venezuela Saibro Venezuela Gabriela Paz D 6–7(3–7), 2–6
2 de fevereiro de 2012 Bolívia Bolivia Bolívia Nabila Farah V 6–1, 6–1

Referências

  1. a b c Perfil de Beatriz Haddad Maia no circuito juvenil Federação Internacional de Tênis. Visitado em junho de 2012. "Nota: clicar nas abas do perfil para visualizar mais informações."
  2. a b c Perfil de Beatriz Haddad Maia no circuito profissional Federação Internacional de Tênis. Visitado em junho de 2012. "Nota: clicar nas abas do perfil para visualizar mais informações."
  3. Aos 15 anos, Bia ganha primeiro título profissional Tenisbrasil (29/10/2011 às 13h19).
  4. Bia Maia entra para o top 20 no ranking juvenil Tenisbrasil (26/03/2012 às 15h51).
  5. Bia Maia faz história e coloca Brasil na final juvenil Tênis Brasil. Visitado em junho de 2012.
  6. Bia Haddad é melhor juvenil do país pelo 4º ano Tenisbrasil (18/12/2012 às 18h46).
  7. Bia perde 3 match-points e se despede em Floripa Tenisbrasil (27/02/2013 às 15h03).
  8. Bia leva virada na final dos 18 da Copa Gerdau Tenisbrasil (24/03/2013 às 13h57).
  9. Bia fica novamente com o vice em Roland Garros Tenisbrasil (08/06/2013 às 07h35).
  10. Bia vai à semifinal na Suíça e entra para o top 300 Tenisbrasil (21/06/2013 às 08h43).
  11. Bia sofre fratura e fica pelo menos 2 meses fora Tenisbrasil (21/06/2013 às 08h43).
  12. Bia desiste de torneios e faz artroscopia na coluna Tenisbrasil (15/10/2013 às 13h56).
  13. Bia Haddad fica com vice no saibro da Holanda Tenisbrasil (29/06/2014 às 22h06).
  14. Bia fura quali na Alemanha, Paula também atua Tenisbrasil (14/07/2014 às 14h15).
  15. Uma jogadora moderna', avalia novo técnico de Bia Tenisbrasil (19/08/2014 às 12h52).
  16. Bia viaja para série de torneios norte-americanos Tenisbrasil (15/10/2014 às 08h08).
  17. Bia fecha temporada e celebra número 2 do Brasil Tenisbrasil (13/12/2014 às 09h38).
  18. WTA World Tour - Beatriz Haddad Maia
  19. Ranking de Beatriz Haddad Maia

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tênis ou tenista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.