Beechcraft Hawker 4000

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Outubro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

4000 / Horizon
New Zealand PW-51.svg
Hawker 4000 - Aeronave bonita e fabricada com tecnologia inovadora de construção em material composto
Descrição
Tipo Jato executivo
Fabricante Hawker Beechcraft Corporation (HBC)
País de Origem  Estados Unidos
Primeiro voo 11 de agosto de 2001 (12 anos)
Produção 2011-2013
>180 produzidos
Tripulação/Equipa 2 - piloto e co-piloto
Capacidade de
passageiros
8-12 passageiros
Capacidade de
carga
7 348 kg (16 200 lb)
Custo unitário US$ 22,4 milhões (em 2011)
Dimensões
Comprimento 21,1 metros
Envergadura 18,8 metros
Altura 6,0 metros
Pesos
Peso vazio (Tara) 10659 kg
Peso bruto
(carregado)
11793 kg
Peso máx. decolagem 17917 kg
Propulsão
Motorização 2x turbofans Pratt & Whitney Canada PW308A
Potência 6 900 lbf (3 130 kgf)
Performance
Velocidade máxima 1037,23 km/h
Velocidade de
cruzeiro
0.82 Ma
Altitude máxima 13716 metros
Alcance (MTOW) 6075 km
Notas
Dados da Wikipédia anglófona - 4000


O Hawker 4000, anteriormente designado por Hawker Horizon, é uma avançada aeronave executiva bimotor de médio porte e alcance intercontinental, com motorização turbofan, com capacidade para transportar com muito conforto 8 ou 10 passageiros, dependendo da configuração adotada, fabricada nos Estados Unidos, a partir da década de 2000, inicialmente pela Raytheon Aircraft Company e, posteriormente, pela Hawker Beechcraft Corporation até recentemente.[1]

O moderníssimo jato executivo foi certificado pela FAA - Federal Aviation Administration na década de 2000.

O Hawker 4000 tem fuselagem e asas fabricados quase inteiramente em material composto (fibra de carbono e resina epóxi), uma novíssima tendência mundial na construção de aeronaves, trazendo vantagens de mais robustez estrutural e redução de peso ao conjunto.[2]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Antes mesmo da entrega do primeiro exemplar ao cliente, o Hawker Horizon foi renomeado pelo então fabricante Raytheon para Hawker 4000, uma alusão aos jatos executivos intercontinentais de sucesso Hawker 800 e Hawker 1000, versões modernizadas e aprimoradas dos antigos Hawker Siddeley ou HS 125, fabricados nas décadas de 1960 e 1970 pela de Havilland e pela British Aerospace.

Na verdade, o Hawker 4000 é um projeto totalmente original que envolve tecnologia de ponta, tecnologia no estado da arte, e representa um novo e importantíssimo salto qualitativo no aspecto da construção de aeronaves civis e militares, juntamente com outros projetos do mesmo fabricante e de outros fabricantes que utilizam intensivamente a fibra de carbono (ou a fibra de vidro) e a resina epóxi, como os moderníssimos Boeing 787, Beechcraft Hawker 200 (anteriormente conhecido como Premier I), Cirrus SR22 e Cirrus SR20, Honda Jet, Airbus A350, Extra 300 (acrobático), Airbus A380, Learjet 85 e outros exemplos militares, como o Saab JAS Gripen e o Dassault Rafale, entre outros.

Em geral, os materiais compostos desgastam menos que o alumínio, são mais resistentes que o alumínio, não sofrem corrosão e são bem mais leves.

A divisão de aeronaves civis da corporação gigante norte-americana Raytheon foi vendida na década de 2000 para os fundos de investimentos GS e Onex Partners e a aquisição incluiu a divisão Beechcraft de aeronaves executivas de pequeno e médio portes. Toda linha de jatos executivos da Raytheon também foi incluída na negociação com os fundos GS e Onex Partners, porém atualmente a produção do Hawker 4000 está suspensa temporariamente.[3]

Mercado[editar | editar código-fonte]

Até pouco tempo atrás, a Beechcraft Corporation oferecia o Hawker 4000 com alcance de cerca de 5.700 quilômetros (lotado / 75% potência / com reservas), equipado com galley com refrigerador para bebidas, água mineral, sucos e refrigerantes, forno de microondas e forno elétrico para refeições rápidas, cafeteira elétrica e armário para talheres, pratos e copos. O toalete é confortável, com pia para lavar as mãos e escovar os dentes. A cabine de passageiros está equipada com DVD player e CD player, telefone por satélite, fax e pontos de acesso à Internet via satélite.

O Hawker 4000 está equipado moderníssimo sistema de navegação EFIS (Electronic Flight Instrument System), com as telas PFD (primária) e MFD (multifuncional), e também o EGPWS (sistema de alerta antecipado de colisões contra o solo), o GPS (navegação por satélite), o IRS - Sistema Inercial de Navegação (sistema complementar de navegação), Radar Meteorológico Colorido, TCAS (alerta antecipado contra colisões com outras aeronaves dentro do mesmo tráfego), APU (Auxiliary Power Unit), entre muitos outros.

Mais de 50 unidades do Hawker 4000 foram vendidas, fabricadas e entregues aos clientes.

Referências

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Nuvola apps important square.svg
As informações aqui contidas têm caráter meramente informativo e não devem ser utilizadas para vôo real em hipótese alguma.
Consulte os manuais da aeronave.


  • Motorização (potência): 2 X Pratt & Whitney PW308 (6.900 libras / cada);
  • Pista de pouso: Aprox. 1.850 metros (lotado / dias quentes / tanques cheios);
  • Capacidade: 2 pilotos, 1 comissária e 8 ou 10 passageiros;
  • Velocidade de cruzeiro: Aprox. 850 km/h;
  • Teto de serviço: Aprox. 13.500 metros;
  • Alcance: Aprox. 5.700 quilômetros (lotado / 75% potência / com reservas);
  • Consumo médio (QAV): Aprox. 1.000 litros / hora (lotado / 75% potência);
  • Consumo médio (QAV): Aprox. 0,13 litro / passageiro / km voado;
  • Peso máximo decolagem: Aprox. 17.900 kg;
  • Comprimento: Aprox. 21 metros;

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Principais concorrentes[editar | editar código-fonte]