Beli Orlovi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblema de ombro do grupo paramilitar Águias Brancas.

As Águias Brancas (em servio: Beli Orlovi, em sérvio cirílico: Бели Орлови), também conhecido como os Vingadores (Osvetnici),[1] eram um grupo paramilitar sérvio associado à Renovação Nacional Sérvia e ao Partido Radical Sérvio.[2] [3] As Águias Brancas lutaram em guerras na Croácia e Bósnia e Herzegovina durante as guerras iugoslavas.[2] [3]

Durante os julgamentos em 2003 de Vojislav Šešelj no Tribunal Penal Internacional para a antiga Jugoslávia, o grupo foi incluído como parte de uma associação criminosa à qual Vojislav Šešelj é acusado de pertencer. No TPIJ, o grupo é identificado como "unidades de voluntários, incluindo Chetniks ou Seseljevci (traducido como" homens de Seselj")".[4] Esta associação foi negada pelo líder do SRS, Vojislav Seselj.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. ICTY: Milan Lukić and Sredoje Lukić judgement.
  2. a b "Profile: Vojislav Seselj" BBC News 27 November 2006
  3. a b Allen, Beverly (1996) Rape Warfare: The Hidden Genocide in Bosnia-Herzegovina and Croatia University of Minnesota Press, Minneapolis, Minnesota, pp. 154-155, ISBN 0816628181
  4. ICTY, Vojislav Seselj indictment, 15 January 2003
  5. "In previous wars (Bosnia, Croatia) there was a small paramilitary organisation called White Eagles, but the Serb Radical Party had absolutely nothing to do with them."Testimony of Vojislav Šešelj, Transcript of 23 August 2005, p. 43081, lines 16-18