Bem-Vindos a Beirais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TV-icon-novela-current.svg
Este artigo é sobre uma telenovela em exibição.
As informações apresentadas podem mudar rapidamente com o desenvolvimento da trama.


Bem-Vindos a Beirais
Informação geral
Formato Série
Gênero Comédia, comédia dramática
Duração 40–60 minutos
Criador(es) Ana Vasques
(coordenação de argumento)

Miguel Simal
(coordenação de argumento)

País de origem  Portugal
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Bruno José
Produtor(es) Manuel Amaro da Costa
Miguel Guerreiro
Nuno Vieira
Elenco Pepê Rapazote
Oceana Basílio
Sandra Santos
(ver mais)
Tema de abertura "Muda de Vida", Humanos
Tema de
encerramento
"Muda de Vida", Humanos
Exibição
Emissora de
televisão original
Portugal RTP1
Formato de exibição 480i (HDTV)
Transmissão original 13 de maio de 2013 – presente
N.º de temporadas 3
N.º de episódios 380[a] (lista de episódios)

Bem-Vindos a Beirais é uma série de televisão portuguesa exibida desde 13 de maio de 2013 pelo canal RTP1. Apesar de seguir o formato de exibição de uma telenovela, sendo transmitida de segunda a sexta por um período ininterrupto, a produção foi anunciada como sendo uma série televisiva de longa duração. Bem-Vindos a Beirais segue o quotidiano de Diogo Almada, um lisboeta que, sofrendo pela vida agitada que levava na cidade grande, decide mudar-se para o campo na aldeia de Beirais, longe destes problemas.

A série sucedeu a Sinais de Vida, de formato semelhante, tendo sua exibição iniciada entre as 21h e 22h30. Apesar ter recebido reações mistas da crítica especializada, Bem-Vindos a Beirais conseguiu subir os índices audiométricos da antecessora. Em julho de 2013 a RTP anunciou uma segunda temporada, que estreou logo após o término da primeira, no dia 4 de novembro do mesmo ano.

A partir do dia 14 de Julho de 2014, devido à estreia da nova série da RTP, Água de Mar, Bem-Vindos a Beirais foi mudada de horário das 21 para as 22 horas, o que fez com que as audiências da série baixassem.

Desenvolvimento e produção[editar | editar código-fonte]

Em março de 2013 a revista de televisão TV 7 Dias publicou que Hugo Andrade, director de programação da RTP, autorizou o início de um nova produção original para o canal. Intitulada Bem-Vindos a Beirais e com o slogan "Quando não podes voltar a falhar, o sucesso é o único caminho possível", a telenovela é outra realização da produtora SP Televisão para a RTP.[1] A produção, segundo Andrade, pretendeu mostrar a mensagem que "Portugal é mais do que Lisboa", e foi primariamente filmada na freguesia de Carvalhal, no concelho de Bombarral, além de ter algumas cenas adicionais gravadas em Lisboa, Lousã e São Pedro de Alva.[2] [3] Assim como Sinais de Vida, esta telenovela foi anunciada como uma "série de longa duração". Apesar de ter episódios com tramas fechadas e nomes individuais, algo que se aproxima do género de um seriado, Bem-Vindos a Beirais é exibida ininterruptamente e não apresenta temporadas com um menor número de episódios, se enquadrando assim ao género da telenovela tradicional. O uso do termo "série" causou criticismos na mídia especializada, que usou termos como "mini-novela", "série que iremos chamar de telenovela" e "novela disfarçada de série" para designar a produção.[4] [5] [6] Inicialmente planeada para ter oitenta episódios, foi anunciado que seriam gravados episódios adicionais e uma segunda temporada devido a boa recepção do público.[7] A primeira temporada teve suas filmagens terminadas no começo de agosto de 2013, e a segunda começou a ter seus episódios gravados em setembro do mesmo ano.[3] [8]

Genérico e música[editar | editar código-fonte]

O genérico de Bem-Vindos a Beirais tem cerca de 1 minuto e 20 segundos e apresenta todos os personagens fixos da telenovela, separados em seus respectivos núcleos e ambientações onde costumam se destacar. A sua produção ficou a cargo de Daniel Sardo, Manuel Amaro da Costa e Pedro Emauz. O tema de abertura e encerramento, "Muda de Vida", foi interpretado pela banda Humanos e já foi tema de outra produção da RTP, a série Um Lugar para Viver. Além do tema, as canções "O Mundo És Tu", interpretada por Paulo Ramos, "Estrada para o Monte" e "Marcha do Casal", interpretadas por David Rossi, "Quem te Salvará", "Suspenso no Desejo" e a canção-título "Bem-Vindos a Beirais", interpretadas por Carolina Carvalho, estão presentes na telenovela. David Rossi também compôs a banda incidental da produção.[9]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Diogo Almada é um atarefado gestor de contas que vive em Lisboa e tem sua vida cada vez mais corrida devido as pressões do trabalho. Sua rotina leva-o a sofrer um ataque cardíaco, e ele, de emergência, é internado em um hospital. Lá ele conhece Henrique, um senhor que está a querer vender seu negócio agrícola na aldeia de Beirais para poder viver com as filhas em Lisboa. Alertado sobre o risco que sua saúde corre se continuar com o estilo de vida que leva, Diogo decide comprar a estufa agrícola e demitir-se do trabalho para virar um gestor no campo. Entretanto sua namorada, Teresa, surpreende-se com a notícia e se recusa a deixar a sua vida na cidade grande. Também em Lisboa, as amigas Clara, Rita e Susana estão a sofrer os efeitos da crise económica e não conseguem arranjar emprego. Rita então tem a ideia de transformar a casa que seu avô deixou em Beirais em uma casa de turismo, e convida as duas amigas serem sócias, o que faz com que as três se mudem para o local.

Diogo então muda-se para Beirais e começa um relacionamento de longa distância com Teresa, mas o afastamento começa a deteriorar a relação dos dois, em especial depois de Teresa o ter ido visitar na aldeia e aí ter enfrentado uma série de adversidades. Ele começa então a se aproximar de Clara, com quem tem uma relação conturbada no início, mas que depois desenvolve-se para uma intimidade amigável mútua. A mudança também tráz atribulações a Rita, que enfrenta problemas de aceitação de sua filha adolescente Inês no novo ambiente, e também no seu casamento com João, quando este demite-se do emprego para entrar no ano sabático e recomeçar a sua carreira de autor, aproximando-se da professora beiralense Patrícia. Susana também enfrenta os mesmos problemas com seu filho igualmente adolescente Gabriel, assim como adversidades com a sua mãe Olga, uma senhora católica fervorosa e conversadora que não aprova as atitudes da filha, quando volta a viver na casa dela.

No meio disso, o empresário Fernando Campos Ribeiro cobiça adquirir a casa de turismo por vingança, já que é filho bastardo do avô de Rita com uma de suas empregadas da mesma casa e seu pai nunca o reconheceu. Primeiro tenta tornar-se sócio do negócio, mas com a recusa contrata Xavier, que faz pequenos trabalhos de manutenção no local, para espionar o que se passa lá. Apesar de não gostar de fazer isso, Xavier desempenha a função para conseguir dinheiro para sua família, que enfrenta problemas financeiros. Tudo em segredo de sua irmã Marina, que perdeu o marido em um acidente de trabalho de uma das fábricas de Fernando, e acha que ele pode ter responsabilidade nisso.

Apesar de ter medo de entrar em outro relacionamento romântico, já que seu ex-noivo roubou-lhe tudo que tinha e desapareceu, Clara começa a se envolver com Diogo, que acha a situação insustentável e vai para Lisboa para terminar o namoro com Teresa. Esta então decide lutar pela relação e vai morar em Beirais, mesmo não gostando do lugar, o que acaba afastando Clara de Diogo.

Elenco e personagens[editar | editar código-fonte]

O personagem principal de Bem-Vindos a Beirais, Diogo Almada, é interpretado por Pepê Rapazote. Ele divide a cena com Teresa Sampaio, interpretada por Sandra Santos, que é sua namorada residente em Lisboa, e Clara Rodrigues, interpretada por Oceana Basílio, uma das sócias da Casa da Aldeia. Clara administra o negócio com suas amigas Rita Almeida Santiago, interpretada por Vera Alves, e Susana Fontes, interpretada por Lúcia Moniz. Rita é casada com João, interpretado por Dinarte Branco, com que teve a filha Inês, interpretada por Inês Faria. Susana é separada e volta de Lisboa para a aldeia com o filho Gabriel, interpretado por Alexandre Jorge, para viver na casa da sua mãe Olga, interpretada por Luísa Ortigoso.

Ao se mudar para Beirais para fugir do stress que sua vida levava, Diogo começa a conviver com os habitantes do lugar. Isso inclui a família Pedroso, composta pelo mecânico Manuel, interpretado por José Boavida, sua mãe Hortense, interpretada por Henriqueta Maia, a dona do minimercado Alzira, interpretada por Noémia Costa, e os filhos Sandro, interpretado por Ivo Lucas, e Tânia, interpretada por Mariana Pacheco. Diogo logo faz amizade com o locutor da Rádio Beirais FM, Carlos Baptista, interpretado por Jorge Mourato e marido de Nazaré, interpretada por Margarida Cardeal. Beirais também tem um Sociedade Recreativa, que é administrada pelos irmãos Xavier, interpretado por Tomás Alves, e Marina, interpretada por Carla Chambel, que é mãe do garoto Pedro, interpretado por Duarte Ferreira, bisneto de Benjamim Marques, interpretado por Carlos Santos. A história de Marina está directamente ligada ao influente empresário Fernando Campos Ribeiro, interpretado Jorge Silva, que é casado com Cristina dos Santos, interpretada por Sylvie Dias. Outras personalidades de Beirais incluem o presidente da junta Agostinho Puga, interpretado por João Saboga, o primeiro-cabo Júlio Gameiro, interpretado por Luís Aleluia, a professora da escola local Patrícia Moreira, interpretada por Mariana Norton, o padre Luís Assunção, interpretado por Nuno Janeiro, o médico Nuno Aires, interpretado por Martinho Silva, a fogosa Xana, interpretada por Sara Salgado, e os primos Joaquim Brito, interpretado por Miguel Dias, e Moisés Lameiras, interpretado por Heitor Lourenço, que administram a funerária da redondeza.[10]

Elenco principal (1ª temporada)[editar | editar código-fonte]

Elenco infantil/juvenil:

Elenco principal (2ª temporada)[editar | editar código-fonte]

Elenco infantil/juvenil:

Elenco principal (3ª temporada)[editar | editar código-fonte]

Elenco infantil/juvenil:

Elenco principal (4ª temporada) - (em atualização)[editar | editar código-fonte]

Elenco infantil/juvenil:

Guia de episódios[editar | editar código-fonte]

Temp. Episódios Ano de Transmissão Dia da Semana Audiências
(média dos episódios)
Elenco Principal
1 100
2013
Segunda-feira a Sexta-feira
5,1%
Pepê Rapazote
Oceana Basílio
2 80
20132014
-
3 200
2014
-

Recepção[editar | editar código-fonte]

Análise da crítica[editar | editar código-fonte]

A resposta da crítica de Bem-Vindos a Beirais não foi homogénea, tendo a maioria das resenhas afirmado que os episódios da telenovela possuíam uma qualidade irregular entre si. Marcos Rocha, do sítio eletrónico A Televisão declarou que a produção "Tem alguns pontos fracos mas em relação a Sinais de Vida, que não gostei, noto uma melhoria significativa".[11] David Ferreira, do mesmo sítio, afirmou que "é inevitável olhar e pensar já ter visto isto ou, algo muito parecido, antes. [...] A série é das mais leves, mas cumpre o propósito: entreter".[12] Já José Raposo do sítio Zapping expressou uma opinião contrária, a escrever que "Sinais de Vida era melhor que Bem-Vindos a Beirais. Mas esta é mais light e boa para uma noite de verão".[6] Nuno Azinheira, do jornal Diário de Notícias, definiu a telenovela como "irregular na qualidade, mas interessante na proposta de uma visão diferenciadora de um Portugal ficcionado", além de "não ser uma obra prima, [...] mas não incomoda nem envergonha".[13] [14] Já a revista TV 7 Dias publicou que Bem-Vindos a Beirais" tem os ingredientes suficientes para 'roubar' espectadores à concorrência".[15]

Audiências[editar | editar código-fonte]

O episódio de estreia da primeira temporada de Bem-Vindos a Beirais, "Rumo ao Campo", registou 2,7% de rating e 5,3% de share no dia 13 de maio de 2013, sendo o décimo programa mais visto da RTP1.[16] A telenovela então foi subindo os seus índices gradualmente, alcançando o seu pico no episódio "Guerra de Trincheiras", exibido no dia 16 de outubro, que registrou 8,1% de rating e 15,9% de share.[17] Seu episódio menos visto, "Sombra de Dúvida", foi exibido no dia 5 de junho e registrou 2,4% de rating e 4,9% de share.[18] A partir de julho de 2013, Bem-Vindos a Beirais começou a figurar por vezes como o terceiro programa mais visto da RTP1, atrás apenas do Telejornal e do game show O Preço Certo. Com seus 100 episódios transmitidos dentro de um período de 25 semanas, a primeira temporada da telenovela registrou uma média geral de 5,1% de rating e 10,8% de share, uma melhora significativa em relação à produção anterior, Sinais de Vida, que teve uma média geral de 2,3% de rating e 4,7% de share.[4] O bom resultado nas audiências, apesar da produção perder para os canais privados SIC e TVI, fez a RTP encomendar à SP Televisão mais vinte episódios para a telenovela, aumentando sua previsão total de episódios de 80 para 100.[7] Uma segunda temporada também foi anunciada, após o termino das gravações dos episódios da trama original.[8] O Episódio Mais Visto da série foi "O Duelo", exibido no dia 04/02/2014 e foi visto por 1 007 000 espectadores, conquistando um share de 19,6 e um rating de 10,6. A partir do dia 14 de Julho de 2014, com a mudança de horário das 21h15 para as 22h, a série baixou as audiências.

Temporada Horário de exibição Episódios Episódio de estreia Episódio de encerramento Audiência
média (%)
Data Audiência
(%)
Data Audiência
(%)
1
Segunda a sexta às 21h00
100[a]
13 de maio de 2013
2,7[16]
1 de novembro de 2013
4,2[19]
5,1
2 80
4 de novembro de 2013
7,0[20]
24 de fevereiro de 2014
8,8
3
Segunda a sexta às 21h15
200[a]
25 de fevereiro de 2014

Exibição[editar | editar código-fonte]

À parte da sua exibição diária comum de segunda a sexta, Bem-Vindos a Beirais já teve sua transmissão cancelada devido a coberturas de eventos especiais exibidas no mesmo horário. A telenovela também teve reprises (incluindo compilações) exibidas durante o período de sua primeira temporada na RTP1. Houve também ocasiões onde um episódio foi exibido repartido entre dois dias.

Além da exibição na RTP1 a telenovela também é transmitida, com certo atraso em relação à exibição original, nos canais RTP África e RTP Internacional. A RTP também disponibiliza todos os episódios previamente transmitidos online, no serviço RTP Play.[21] Bem-Vindos a Beirais alcançou com frequência o topo dos programas mais acessados do RTP Play, com cerca de 100 mil acessos por semana.[22] A primeira temporada da telenovela irá ser exibida a partir de novembro de 2013 no canal canadiano ICI.[23]

Emissões especiais[editar | editar código-fonte]

Um especial "por trás das câmeras" de nome Beirais em Festa foi exibido em direto da freguesia de Carvalhal no dia 24 de junho de 2013, uma segunda-feira, entre as 10 e as 13 horas e das 15 às 18 horas, com a apresentação de João Baião e Tânia Ribas de Oliveira no âmbito das comemorações das festas de S. João. No mesmo dia, o episódio duplo "Há Festa na Aldeia" contou com a participação especial de Quim Barreiros, Marco Paulo, Sílvia Alberto, Tânia Ribas de Oliveira, Fernando Mendes e Jorge Gabriel.[24] No dia 17 de agosto de 2013, um sábado, foi exibido também em direto de Carvalhal uma festa de verão de nome Festa em Beirais, entre as 22h e as 23h45 apresentada por Joana Teles, Mário Augusto e Sérgio Oliveira. A festa também contou com a participação de Marco Paulo, Roberto Leal, Tocá Rufar, Dazkarieh, Banda Sociedade Filarmónica Carvalhense, João Gil, Luís Represas, Francisco Andrade e Carlos Coincas.[25] No dia 16 de maio de 2013, uma sexta-feira, foi exibido mais um especial de nome Todos Passam por Beirais no âmbito da comemoração do primeiro aniversário da série, com a apresentação de Tânia Ribas de Oliveira e José Carlos Malato, das 10 às 13 horas e das 15 às 18 horas, em direto da freguesia de Carvalhal.

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]