Benedito Beni dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Benedito Beni dos Santos
Bispo da Igreja Católica

Título

Bispo emérito de Lorena
Hierarquia
Papa Francisco
Ordenação e Nomeação
Ordenação Presbiteral 22 de dezembro de 1962
Ordenação Episcopal 9 de fevereiro de 2002
Lema Episcopal SUB TUUM PRÆSIDIUM
Sob a tua proteção
Brasão Episcopal
Brasão Dom Benedito Beni.jpg
Dados Pessoais
Nascimento Brasil Lagoinha
15 de janeiro de 1937 (77 anos)
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Benedito Beni dos Santos (Lagoinha, 15 de janeiro de 1937) é um bispo católico brasileiro. Foi o oitavo bispo da diocese de Lorena.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Lagoinha, aos 15 de janeiro de 1937. Ordenado Sacerdote em 22 de dezembro de 1962. Fez os estudos de Filosofia no Seminário Central do Ipiranga; Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana em Roma, onde obteve o Bacharelado e Licenciatura em Teologia Dogmática. Fez o Mestrado em Filosofia a Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Doutorado em Teologia Dogmática, de 1959 a 1964.

Atividades antes do Episcopado: Vice-reitor do Seminário Diocesano Santo Antônio; vice-diretor do Instituto Diocesano de Ensino Santo Antônio; Pároco da Paróquia Imaculada Conceição de Quiririm; responsável pela comunidade Nossa Senhora de Lourdes em Taubaté; coordenador da Pastoral Familiar Diocesana; moderador da cúria diocesana; procurador da Mitra Diocesana; membro do colégio de consultores; Vigário Geral da Diocese de Taubaté; professor de Teologia Sistemática na Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção em São Paulo; professor titular de Filosofia da Educação na Universidade de Taubaté.

Atividades como Bispo na Arquidiocese de São Paulo Responsável pela Região Episcopal Lapa, Faculdade de Teologia, Curso de Diáconos Permanentes, responsável pelos Seminários da Arquidiocese e membro da Comissão Episcopal de Doutrina da Fé – CNBB (2003-2007).

Acompanhou: a Pontifícia Faculdade de Teologia N. Sra. da Assunção; o Secretariado Arquidiocesano de Pastoral; o Seminário Arquidiocesano Imaculada Conceição, que é composto por 4 casas de Formação: Seminário Propedêutico Nossa Senhora Assunção, Seminário Propedêutico Frei Galvão; Seminário de Filosofia Santo Cura D´Ars e Seminário de Teologia Bom Pastor; a seleção e formação dos Diáconos Permanentes; responsável pelo imprimatur para as publicações religiosas.

Nomeado Bispo Titular de Nasai e Auxiliar da Arquidiocese de São Paulo aos 28 de novembro de 2001. Sua ordenação episcopal aconteceu em Taubaté, interior de São Paulo, no dia 9 de fevereiro de 2002. Responsável pela Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, pelo Secretariado Arquidiocesano de Pastoral, pela Catequese da Arquidiocese de São Paulo e Vigário Episcopal para a Região Lapa.

No dia 26 de abril de 2006 foi nomeado pelo Papa Bento XVI como bispo da Diocese de Lorena[1] .

De 2007 a 2011 foi membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé da CNBB. Foi eleito membro delegado pela CNBB da Quinta Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e Caribenho, na Conferência de Aparecida, realizada em maio de 2007.

Dom Benedito foi nomeado pelo Papa Bento XVI como padre sinodal da 2ª Assembléia Especial para a África do Sínodo dos Bispos, que aconteceu em Roma no mês de outubro de 2009.

Em janeiro de 2012, apresentou sua renúncia a Santa Sé por limite de idade. Ainda no mesmo ano, comemora-se o grande Jubileu de Ouro de Ordenação Presbiteral (a ser celebrado solenemente em 22 de dezembro do corrente ano).

No dia 18 de setembro de 2012 foi nomeado pelo Papa Bento XVI como Padre Sinodal da 13ª Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos a se realizar no Vaticano de 7 a 28 de outubro de 2012[2] .

No dia 25 de setembro de 2013 o Papa Francisco, aceitou o seu pedido de renúncia ao cargo de bispo da Diocese de Lorena, por limite de idade[3] .

Livros[editar | editar código-fonte]

  1. O Espírito pela Região Episcopal Lapa.
  2. O sentido personalista do matrimônio.
  3. Família – Libertação.
  4. Reflexões sobre o matrimônio e divórcio.
  5. Moral e medicinas.
  6. Discípulos e Missionários. Reflexões Teológico-Pastorais sobre a Missão na Cidade.

Referências

  1. DEL VESCOVO DI LORENA (BRASILE), Rinunce e Nomine, 26.04.2006
  2. [1], Rinunce e Nomine, 18.09.2012
  3. DEL VESCOVO DI LORENA (BRASILE) E NOMINA DEL SUCCESSORE, Rinunce e Nomine, 25.09.2013
Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.