Benfica (Juiz de Fora)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde dezembro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Benfica
—  Bairro do Brasil  —
Zona Norte[1] [2] [3] [4] [5]
Município Juiz de Fora
Área
 - Total 881,12 hectares[6]
População (2000)
 - Total 18 111
    • Densidade 20,6[6] /km2 
Taxa de crescimento 13,1% (1996-2000)[6]
Fonte: Não disponível

Benfica, , é um bairro da Zona Norte de Juiz de Fora,Minas Gerais, Brasil,ex-distrito.Situada a cerca de 13 km do centro de Juiz de Fora, é o principal bairro da Zona Norte da cidade. A população está estimada em 20.000 habitantes.

Benfica conta com boa estrutura escolar e médica[carece de fontes?]. O Distrito Industrial I e II de Juiz de Fora, a siderúrgica Arcelor Mittal e a montadora Mercedes-Benz localizam-se nas proximidades do bairro.Benfica é atravessada pela linha ferroviária MRS Logística, Avenida Presidente Juscelino Kubitschek (antiga BR-3), BR-040 (Rio-Brasília) e pelo Rio Paraibuna.

História[editar | editar código-fonte]

O Bairro de Benfica surgiu por volta do ano de 1847, quando havia na região uma grande fazenda. A fazenda era denominada Bemfica e pertencia ao vereador Francisco Martins Barbosa.Benfica era um importante ponto de passagem desde o século XVII, quando o Caminho Novo cortava região.

De acordo com o pesquisador Vanderlei Tomaz, o desenvolvimento e ocupação do Bairro de Benfica “se deu a partir de três situações: inauguração da Estação Ferroviária em 1877; inauguração da feira de gado, por volta de 1890; e a instalação da Fábrica de Estojos e Espoletas de Artilharia do Exército (FEEA) – atual Imbel, em 1936”.

A Estação de Benfica, uma das primeiras de Juiz de Fora, foi inaugurada em 1º de fevereiro de 1877. Ela está situada entre Creosotagem (Francisco Bernardino) e Dias Tavares, distando 288 quilômetros do Rio de Janeiro; 251 quilômetros de Ouro Preto; 181 quilômetros de Barra do Piraí; e 14 quilômetros de Juiz de Fora. Em 1915, permutava correspondência diária com Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Juiz de Fora, Barra do Piraí e outros, seguindo pela Estrada de Ferro Central do Brasil.

Lenda[editar | editar código-fonte]

Uma lenda sobre como se deu a nomeação do distrito para "Benfica", quando chamava-se de outra forma, consiste em atribuir às súplicas da namorada que morava no local a escolha do nome.[7] Conta-se que esta, que morava no distrito, suplicava a seu namorado, quando este despedia-se para tomar o trem de volta, dizendo "Bem Fica!".[7]

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

Benfica é a denominação oficial da região urbana que abrange os seguintes bairros e/ou loteamentos:[6]

  • Benfica
  • Distrito Industrial
  • São Damião
  • Araújo
  • Ponte Preta
  • Vila do Sapê
  • Nova Benfica
  • Vila Esperança I
  • Vila Esperança II

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Anuário Estatístico de Juiz de Fora 2009. Centro de Pesquisas Sociais da Universidade Federal de Juiz de Fora. Prefeitura de Juiz de Fora. Página visitada em 26 de agosto de 2011.
  2. Anuário Estatístico de Juiz de Fora 2009. Centro de Pesquisas Sociais da Universidade Federal de Juiz de Fora. Universidade Federal de Juiz de Fora. Página visitada em 26 de agosto de 2011.
  3. Anuário Estatístico de Juiz de Fora 2008. Centro de Pesquisas Sociais da Universidade Federal de Juiz de Fora. Prefeitura de Juiz de Fora. Página visitada em 26 de agosto de 2011.
  4. Anuário Estatístico de Juiz de Fora 2007. Centro de Pesquisas Sociais da Universidade Federal de Juiz de Fora. Universidade Federal de Juiz de Fora. Página visitada em 26 de agosto de 2011.
  5. Anuário Estatístico de Juiz de Fora 2006. Centro de Pesquisas Sociais da Universidade Federal de Juiz de Fora. Universidade Federal de Juiz de Fora. Página visitada em 26 de agosto de 2011.
  6. a b c d "Mapas de JF - Região Norte" - Prefeitura de Juiz de Fora
  7. a b Ezequiel Theodoro da Silva (2003). Conferências sobre Leitura pp. 79. Google Books. Página visitada em 6 de dezembro de 2011. "LENDA DO TOPÔNIMO BENFICA Há muitos anos, Benfica, distrito de Juiz de Fora (MG), não tinha esse nome. Contam que um jovem de Juiz de Fora namorava uma moça daquele lugar. Ambos se gostavam muito. E toda vez que o rapaz se despedia para pegar o trem de volta, a namorada não se conformava com a partida. Quem passasse perto deles naquela hora, ouvia-a suplicando. - Bem fica! Bem fica! Daí o nome Benfica - em função de tantas vezes de despedida."