Bentley Speed 8

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bentley Speed 8
2003 Bentley Speed 8.jpg
Visão Global
Produção 2003
Fabricante Bentley Motors Limited
Modelo
Classe LMGTP
Carroceria Carbon fiber and aluminum honeycomb monocoque, carbon roll hoop integrated with roof structure
Designer Peter Elleray
Ficha técnica
Motor Audi 4.0 litre 90-degree V8 twin-turbo, mid-engine, longitudinally mounted
Transmissão Bentley Xtrac 6-tempos sequencial manual
Último
Último
Próximo
Próximo

O Bentley Speed 8 (desenvolvido a partir do Bentley EXP Speed 8) é um carro de corrida, participante da classe Le Mans Prototype sendo desenhado por Peter Elleray, para as 24 Horas de Le Mans. O protótipo EXP Speed 8 estreou em 2001, enquanto que o Speed 8 estreou em 2003. O protótipo, possui uma forte semelhança com Audi R8C, que havia corrido apenas uma vez antes da Audi deixar o projeto para focar a sua atenção ao Audi R8. O EXP Speed 8 marcou o retorno da Bentley às corridas depois de 73 anos de ausência.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O design, desenvolvimento e fabricação de Bentley foi feito pela equipe , Racing Technology Norfolk (RTN), localizada em Norfolk, Reino Unido. O designer-chefe era Pedro Elleray. O motor do Audi R8, um 3,6 litros V8 turbo, foi utilizado como gerador de potência inicial, do Bentley EXP Speed 8 em 2001. A caixa de seis velocidades foi desenvolvida pela Xtrac.A Bentley também optou por correr com pneus Dunlop em vez da Michelin utilizada pela Audi. Na sequência do seu primeiro ano de competição, o motor Audi V8 foi modificada para melhor atender o EXP Speed 8. Este viu o motor ampliado para 4,0 litros, produzindo cerca de 600 hp. Isso acabaria por levar a Bentley a redesenhar o carro para 2003, levando à mudança de nome para simplesmente Speed 8. A extremidade dianteira fixa foi substituída por uma caixa de acidente levantadas por um nariz, enquanto corria vales profundos entre o nariz e pára-lamas. Isto exigia a adição de uma carroçaria horizontal grande entre o nariz e pára-lamas para envolver os braços de suspensão do Speed 8. O cockpit também seria reduzida para permitir um melhor fluxo de ar para a asa traseira. A Bentley decidiu retornar aos pneus Michelin para a sua campanha de 2003.

História[editar | editar código-fonte]

Bentley EXP Speed 8, o antecessor do Speed 8 usado nas 24 Horas de Le Mans de 2003.

Em 2001, Bentley voltou as 24 Horas de Le Mans, depois de um vazio de 73 anos, por uma campanha planejada três anos antes com o EXP Speed 8 de cockpit fechado participante da classe LMGTP. Durante sua execução, o Bentley EXP Speed 8 era o único carro a correr na classe LMGTP. Dois carros foram inscritos, com um terceiro lugar ganhando por trás de um par de Audi R8s. O outro carro, infelizmente, se aposentou depois de uma corrida na chuva forte, devido a um incêndio que causou o condutor a abandonar o carro. A Bentley retornou em 2002, usando um novo motor. Novamente o carro obteve um ótimo desempenho, somente ficando atrás do trio de Audi R8.

Para 2003, a Bentley decidiu que exigiria uma análise concorrencial, a fim de se preparar para uma vitória total em Le Mans. O par de carros novos foram, portanto, inscritos no American Le Mans Series e nas 12 Horas de Sebring. Apesar de ter que começar na parte de trás do grid devido a uma infração das regras, na qualificação, os dois carros rapidamente fizeram seu caminho através do grid. No final o Bentley Speed 8 acabou ficando em 4º lugar, somente atrás dos protótipos da Audi.

Voltando ao Le Mans com a ajuda da equipe Joest Racing, um Bentley largou na pole position. Como nenhuma equipe trabalhou nos Audi participantes, os dois carros foram capazes de liderar quase todo o evento, com a entrada do Bentley Speed 8 # 7 à frente do # 8, que teve alguns problemas elétricos durante a corrida. Depois de 377 voltas, o Bentley Speed 8 #7 recebeu a bandeira quadriculada, seguido pelo Bentley Speed 8 #8. Isso ajudou a dar ao grupo Volkswagen a sua quarta vitória consecutiva em Le Mans, divididos entre a Audi e a Bentley.

Na sequência de Le Mans a Bentley finalizou o projeto do Speed 8, sendo que os mesmos nunca mais correram. Logo após a corrida de Le Mans de 2001, os chassis 2 e 3 foram vendidos para um colecionador japonês. Posteriormente, foi vendida a um colecionador americano, onde permanece até hoje.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]