Berengária de Leão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Berengária de Leão
Imperatriz-consorte do Império Latino
Governo
Reinado 12291237
Consorte João I de Brienne
Antecessor Dama de Neuville
Sucessor Maria de Brienne
Dinastia Casa de Borgonha (nasc.)
Casa de Brienne (matr.)
Vida
Nascimento 1204
Morte 1237 (33 anos)
Filhos Maria de Brienne
Afonso de Brienne
João de Brienne
Luís de Brienne
Pai Afonso IX de Leão
Mãe Berengária de Castela

Berengária de Leão ou Berengária de Castela foi a terceira esposa João de Brienne e a única que foi imperatriz-consorte do Império Latino em Constantinopla. De acordo com a crônica de Alberico de Trois-Fontaines, Berengária era filha de Afonso IX de Leão com Berengária de Castela e irmã mais nova de Fernando III de Castela e de Afonso de Molina.

Casamento[editar | editar código-fonte]

Em 1217, o irmão de Berengária, Fernando III, herdou o trono do Reino de Castela depois que Berengária de Castela, mãe dos dois, abdicou. Em 1223, João de Brienne, já com 53 anos, visitou Santiago de Compostela numa peregrinação, viúvo de duas esposas. Como consequência da visita, Afonso IX convidou-o a casar-se com sua filha Sancha, o que lhe permitiria, através dela, herdar o trono do Reino de Leão. Porém, Berengária, havia muito já divorciada, herdeira do trono de Castela e principal conselheira de Fernando III, ofereceu uma de suas próprias filhas a João.

O já idoso João preferiu Berengária de Leão, de um segundo casamento de Afonso. O casamento foi celebrado em Toledo em 1224.

Imperatriz[editar | editar código-fonte]

Em 1229, o trono do Império Latino foi herdado por Balduíno II de Courtenay, um rapaz de doze anos de idade. Os barões decidiram garantir a segurança do império nomeando um imperador-regente para ele e escolheram João. Em abril de 1229, ele foi oficialmente nomeado em Perúgia e só chegou em Constantinopla em 1231, quando foi coroado.

Balduíno permaneceu como um co-imperador júnior e único herdeiro do trono. Através de um acordo, o garoto foi prometido à jovem Maria de Brienne, que tinha na época apenas 4 ou 5 anos de idade, uma filha de João e Berengária, estabelecendo firmemente uma aliança dinástica entre os dois co-imperadores.

O casamento só se efetivou em 1234, quando Maria já tinha uns nove anos e Balduíno, dezesseis. Alberico de Trois-Fontaines relata que João morreu em 27 de março de 1237, com cerca de 61 anos. Os "Obituaires de Sens Tome" da Abadia de Maubuisson relata que Berengária morreu em 12 de abril de 1237, com cerca de 33 anos, sobrevivendo ao marido apenas dezesseis dias. Ela foi enterrada num belo sarcófago de mármore na Catedral de Santiago de Compostela, mas muitos livros turísticos a listam como sendo sua mãe, Berengária de Castela.

Outros, por sua vez, mencionam este sarcófago como sendo de outra Berengária (1228–1288), sua sobrinha, filha de Fernando III de Castela, irmã de Afonso X de Castela]]. Mas esta sobrinha, a chamada "Infanta Berengária", foi freira no Mosteiro de Las Huelgas, em Burgos, uma casa real, para onde a própria Berengária de Castela havia se retirado.

Além disso, Afonso VIII de Castela e Leonor da Inglaterra, avós de Berengária de Leão, estão enterrados lá também. Muito depois, os corpos de Fernando III e Afonso X, que estavam lá, foram levados para a nova Catedral de Sevilha, que acabara de ser conquistada, onde estão até hoje.

Família[editar | editar código-fonte]

Berengária e João de Brienne tiveram quatro filhos:

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Títulos reais
Precedido por:
Dama de Neuville
Imperatriz-consorte do Império Latino
1229–1237
com Maria de Brienne (1234–1237)
Sucedido por:
Maria de Brienne

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Szabolcs de Vajay, "From Alfonso VIII to Alfonso X" in Studies in Genealogy and Family History in Tribute to Charles Evans on the Occasion of his Eightieth Birthday, 1989, pp. 366–417.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]