Berlin 36

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Berlin 36
Berlin 36 (PT/BR)
 Alemanha
2009 • Cor • 100 min 
Direção Kaspar Heidelbach
Produção Doris J. Heinze
Jom Klamroth
Klaus Rettig
Tim Rostock
Gerhard Schmidt
Roteiro Lothar Kurzawa
Género Drama
Idioma alemão
Página no IMDb (em inglês)

Berlin 36 é um filme alemão de 2009 sobre a atleta judia Gretel Bergmann e os Jogos Olímpicos de 1936. O filme é, assim, baseado em uma história verdadeira.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A atleta alemã do Salto em altura Gretel Bergmann vive radicada na Inglaterra devido as restrições impostas em seu país pelo governo nazista aos judeus.

Por ocasião dos Jogos Olímpicos de Berlim, em 1936, o Comitê Olímpico dos Estados Unidos passou a exigir que os atletas judeus da Alemanha não fossem excluídos do evento. Convencida pelo pai, Gretel regressa à Alemanha e é incluída na equipe olímpica alemã.

Entretanto, Hans von Tschammer und Osten, a autoridade dos esportes da Alemanha, procura de várias maneiras impedir a participação de qualquer atleta judeu na olimpíada, especialmente de Gretel, que é favorita a medalha de ouro no salto. Providencia a inclusão de Marie Ketteler, outra concorrente as vagas para a olimpíada, substitui o treinador Hans Waldmann, que mantinha atitude imparcial com os atletas, por Sigrid Kulmbach, que discrimina Gretel e privilegia suas concorrentes Marie, Thea e Lilly.

Mesmo com essas atitudes, Gretel se mostra muito a frente das outras. Marie Ketteler se comporta estranhamente nos vestiários quando não se mostra nua na frente das outras. Um determinado dia, Gretel acidentalmente entre no banheiro reservado do vestiário e ali encontra Marie e percebe ser ela um homem. Permanece a amizade mesmo quando, a pretexto de falta de desempenho, Gretel é excluída da equipe olímpica.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Karoline Herfurth .... Gretel Bergmann
  • Sebastian Urzendowsky .... Marie Ketteler
  • Axel Prahl .... Hans Waldmann
  • Robert Gallinowski .... Sigfrid Kulmbach
  • Thomas Thieme .... Hans von Tschammer und Osten
  • Julie Engelbrecht .... Elisabeth 'Lilly' Vogt
  • Klara Manzel .... Thea Walden
  • John Keogh .... Avery Brundage
  • August Zirner .... Edwin Bergmann
  • Maria Happel .... Paula Bergmann
  • Franz Dinda .... Rudolph Bergmann
  • Leon Seidel .... Walter Bergmann
  • Johann von Bülow .... Karl Ritter von Halt

Produção[editar | editar código-fonte]

Ao contrário do filme, Gretel Bergmann não sabia que sua parceira (Heinrich Ratjen) era realmente um homem. Soube apenas em 1966, lendo a notícia no jornal The Times. Bergmann declarou à revista Der Spiegel, já na idade de 95 anos: "Eu nunca suspeitei de nada. Nós todas nos perguntavamos por que ela nunca ficou nua no chuveiro. Ser tão tímida aos dezessete anos, parecia absurdo, mas nós pensamos: bem, é bizarro e estranho."

Ligações externas[editar | editar código-fonte]