Bernard Picart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bernard Picart, uma das gravuras mostrando os índios da Flórida, cerca de 1721. Volume 1 de "Cérémonies et Coutumes Religieuses de tous les Peuples du Monde" (coleção L.S. Morgan, St. Augustine Beach, Flórida)

Bernard Picart (Paris, 11 de junho de 1673Amsterdã, 8 de maio de 1733), foi um gravador francês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Mudou-se para a Antuérpia em 1696, passou um ano em Amsterdã, retornando à França no final de 1698. Quando sua esposa morreu em 1708, voltou a esta última cidade em 1711, convertendo-se ao protestantismo e se casando mais uma vez.[1]

A maioria do seu trabalho foi a ilustração de livros. Sua obra mais conhecida chama-se Cérémonies et coutumes religieuses de tous les peuples du monde, lançada entre 1723 a 1743. Sobre esse trabalho registrou Jonathan I. Israel que foi "um imenso esforço para registrar os rituais religiosos e crenças do mundo em toda a sua diversidade com a maior objetividade e autenticidade possível."[2] Embora Picart nunca tenha saído da Europa, baseou-se em relatos de quem havia tido contato com os costumes indígenas.[1] A edição original francesa das "Cérémonies" compunha-se de dez volumes, com texto e gravuras.

Israel observa ainda que Picart deixara Paris junto a Prosper Marchand,[3] , e colaborou com Jean-Frédéric Bernard na edição de Cérémonies com o fim de fomentar a tolerância religiosa. Picart, Marchand e Charles Levier pertenciam a uma "confraria huguenote radical".[4]

Gravuras das "Cérémonies"[editar | editar código-fonte]

  • Vol. 1: Asie, Afrique and Amérique (Ásia, África e América)- 30 gravuras
  • Vol. 2 - 33 gravuras
  • Vol. 3 - 19 gravuras
  • Vol. 4 - 14 gravuras
  • Vol. 5 - 26 gravuras
  • Vol. 6 - 45 gravuras
  • Vol. 7 - 58 gravuras
  • Vol. 8 - 5 gravuras
  • Vol. 9 - 24 gravuras
  • Vol. 10 - 12 gravuras

Notas e referências

  1. a b Grove Art. Página visitada em 26/5/2007.
  2. Livre tradução para "an immense effort to record the religious rituals and beliefs of the world in all their diversity as objectively and authentically as possible", in: Israel, Radical enlightenment: philosophy and the making of modernity, 1650-1750. Oxford: Oxford University Press., 2001, p.135.
  3. Israel, op. cit., pp.575-6
  4. Israel, p.696.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Online summary Grafton, Anthony. "A Jewel of a Thousand Facets." New York Review of Books (June 10, 2010) Vol. LVII, number 11. Page 38–40.
  • Hunt, Lynn, Margaret C. Jacob, and Wijnand Mijnhardt. The Book That Changed Europe: Picart and Bernard's "Religious Ceremonies of the World" (Harvard University Press; 383 pages; 2010).
  • Hunt, Lynn and Margaret Jacob and Wijnand Mijnhardt. Bernard Picart and the First Global Vision of Religion. Los Angeles: Getty Research Institute, 2010.
  • Wyss-Giacosa, Paola von (2006). Religionsbilder der frühen Aufklärung : Bernard Picarts Tafeln für die Cérémonies et coutumes religieuses de tous les peuples du monde. Wabern (Switzerland): Benteli, 2006. OCLC 65207871
  • Israel, Jonathan I. (2001). Radical enlightenment: philosophy and the making of modernity, 1650-1750. Oxford: Oxford University Press. OCLC 44425436
  • Jacob, Margaret, Bernard Picart and the Turn to Modernity, De Achttiende eeuw, vol. 37, 2005, pp. 1-16.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bernard Picart