Bernardo II de Baden-Baden

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Bernardo II de Baden (1428 ou 1429 no Castelo de Hohenbaden, Baden - 15 de julho de 1458 em Moncalieri, Turim), foi o segundo filho de Jacó de Baden e de sua esposa, Catarina de Lorena. Ele nasceu no Castelo de Hohenbaden. Sua data de nascimento é desconhecida. Foi beatificado pela Igreja Católica Romana em 1769.[1]

Vida[editar | editar código-fonte]

Bernardo II, numa Igreja de Baden-Baden

Bernardo II de Baden cresceu numa família profundamente religiosa. Seu pai, por exemplo, fundou a Fremersberg Abbey e expandiu a Igreja Colegial em Baden-Baden.

Bernardo II recebeu uma educação cuidadosa, que o preparia para o seu papel posterior, como um soberano. A intenção eraque ele seria o marquês de Pforzheim, Eberstein, Besigheim e de vários distritos na parte setentrional da marca.

Bernardo II era ligado com a dinastia de Habsburgo graças ao seu irmão mais velhos Carlos I, o qual tinha casado Catarina da Áustria, irmã do imperador Frederico III. Este relacionamento deve dar a Bernardo acesso à corte imperial. Mas primeiro, ele auxiliou seu tio, Renato I de Nápoles, num conflito armado no norte da Itália. Segundo fontes da época, Bernardo combateu bravamente. Depois da morte de seu pai, em 1453, ele retornou para Baden, onde concordou com seu irmão para desisitir do seu direito a parte da marca.[2] Como alternativa, Bernardo tornou-se enviado pessoal de Frederico III, apesar de sua pouca idade.

Bernardo II viu um sem-número de situações vergonhosas e tentou aliviar privações e misérias onde quer que pôde. Gastou muito de sua renda auxiliando os pobres e aqueles em necessidade. Mesmo durante em vida, impressionou seus contemporâneos com piedade extraordinária.

Sob pressão, depois da queda de Constantinopla para os turcos em 1453, os Habsburgos começaram a preparar uma cruzada contra a expansão do Império Otomano. Bernardo II foi enviado para promover este projeto. Ele morreu de praga durante uma destas visitas, em 15 de julho de 1458 em Moncalieiri, no norte da Itália. Bernardo, como chamam-lhe, é reverenciado até hoje por muitos desta região.

Referências

  1. Christine Schmitt: Der selige Bernhard von Baden in Text und Kontext 1858–1958. Hagiographie als engagierte Geschichtsdeutung = Schriften zur südwestdeutschen Landeskunde, issue 46, DRW-Verlag, Leinfelden-Echterdingen, 2002, ISBN 3-7995-5246-4
  2. Volker Hasenauer: Ritter und frommer Diplomat, in: Konradsblatt, issue of 23 January 2011, p.20-23