Bernhard Förster

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bernhard Förster (segundo à esquerda) entre outros escritores anti-ssemitas alemães, ca. 1880

Bernhard Förster (Delitzsch, Saxônia, 31 de março de 1843San Bernardino, Paraguai, 3 de junho de 1889) foi um professor, político e escritor alemão do século XIX, evidentemente anti-ssemita, que chamava os judeus de «parasitas do povo alemão».[1]

Casou-se com Elisabeth Förster-Nietzsche, irmã de Friedrich Wilhelm Nietzsche. Depois do fracasso de sua colônia no Paraguai, "Nueva Germania", se suicida com uma combinação de morfina e estricnina em 3 de Junho de 1889.

Referências

  1. Hannu Salmi (1994). Die Sucht nach dem germanischen Ideal. (em alemão).
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.