Bertrand Baguette

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bertrand Baguette
2010 Indy 500 OWAS Bertrand Baguette.JPG
Baguette em 2010, quando pilotava pela Conquest.
Nome completo Bertrand Baguette
Nacionalidade    Bélgica Belga
Data de nascimento 23 de Fevereiro de 1986 (28 anos)
Registros na IndyCar Series
Anos 2010, 2011
Times 2 (Conquest e Rahal-Letterman)
Campeonatos 0 (22º em 2010)
Pontos 243
Voltas mais rápidas 0
Primeira corrida Estados Unidos GP de Barber, 2010
Última corrida Estados Unidos Indy 500 de 2011
GPs Poles Pódios Vitórias
16 0 0 0
Outros campeonatos
2008
2004-2009
FIA GT, Superleague Fórmula e Belgian Touring Cars
World Series by Renault (3.5 Series, Eurocup, 2.0 e 1.6)

Bertrand Baguette (Thimister-Clermont, 23 de fevereiro de 1986) é um automobilista belga.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira no kart, aos 14 anos, participando de provas da modalidade até 2004, quando ingressou nos monopostos. Estreou na World Series by Renault (categoria 1.6) em 2004, mantendo-se na categoria até 2009, disputando as séries 2.0. Eurocup (2005-06) e 3.5 Series (2007-09). Em 2008, Baguette esteve em três categorias: Superleague Fórmula, Belgian Touring Cars e FIA GT, sem muito sucesso.

O belga chegou a ser sondado para os testes de novatos na Fórmula 1 no final de 2009, mas disse que não queria gastar seu orçamento em um programa que segundo ele, "não levaria a nada".

IndyCar[editar | editar código-fonte]

Após o título da divisão 3.5 Series da World Series by Renault em 2009, Baguette foi contratado pela equipe Conquest para a disputa da temporada 2010 da IndyCar Series.

Sua primeira corrida foi o GP de Barber, onde terminou em vigésimo lugar. No geral, teve um décimo lugar no GP de Kentucky como melhor resultado.

Tendo perdido a vaga na Conquest para o colombiano Sebastian Saavedra, o belga não encontrou outra equipe para manter-se na Indy. Assinou contrato com a Rahal-Letterman única e exclusivamente para correr as 500 mIlhas de Indianápolis. Largando em décimo-quarto, Baguette surpreendeu ao usar uma tática de 'pit-stops diferente, mantendo-se o maior tempo possível na pista.

A onze voltas do final, Baguette ultrapassou a então líder da prova, Danica Patrick, permanecendo até a volta 196 com chances de ser o primeiro belga a vencer na Indy, mas temendo ficar sem combustível no final, preferiu entrar nos boxes. Cruzou a linha de chegada em sétimo lugar, sua melhor posição de chegada na categoria.

O bom desempenho não foi suficiente para a RLL renovar com Baguette para disputar outras etapas da temporada. O belga, para não ficar parado, participou de três corridas do Campeonato de GT-1, chegando em terceiro lugar no GP de Navarra, juntamente com o compatriota Maxime Martin.

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Resultados na Indy 500[editar | editar código-fonte]

Ano Chassis Motor Posição de largada Posição de chegada Equipe
2010 Dallara Honda 24 22 Conquest Racing
2011 Dallara Honda 14 7 RLL Racing

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]


Auto Racing Chequered.svg Este artigo sobre um(a) automobilista, integrado ao Projeto Automobilismo, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.