Betel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde maio de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Representação do sonho de Jacó em Betel, de José de Ribera.

Betel (em hebraico: בית אל, Bêṯ-ʼĒl, lit. "Casa de Deus") é uma cidade cananéia da antiga região da Samaria, situada no centro da terra de Canaã, a noroeste da cidade de Ai, na estrada para Siquém, a 30 km ao sul de Silo e a 20 km ao norte de Jerusalém. A cidade de Betel é a mais mencionada na Bíblia, depois da cidade de Jerusalém.

Foi neste local que Abraão armou a sua tenda e edificou o seu primeiro altar (Génesis 12:8; 13:3). O nome Betel foi lhe dado por Jacó. Foi neste lugar que Jacó teve a visão de uma escada que atingia o céu, por onde anjos subiam e desciam. Anteriormente, era chamado de Luz (Luza) e tinha um antigo santuário cananeu (Génesis 28:10-19). Local de sepultamento de Débora, ama de Rebeca, a esposa amada de Isaac, avó de José e de Benjamim (Génesis 35:8). Terra natal de Hiel, que tentou reedificar Jericó (I Reis 16:34).

Josué derrota o Rei de Betel (Josué 12:16). A cidade é entregue à Tribo de Benjamim (Josué 18:22). Mais tarde, veio a pertencer à Tribo de Judá (II Crónicas 13:19). Foi um dos lugares onde permaneceu a Arca da Aliança, símbolo da presença do Deus de Israel. Era um dos lugares onde o profeta Samuel julgava o povo (I Samuel 7:16). Após a Divisão do Reino de Israel, Jeroboão I, Rei de Israel Setentrional, mandar erguer um Bezerro de Ouro em Betel. (I Reis 21:29) Foi Josias, Rei de Judá, que destruiu o seu altar do Bezerro de Ouro (II Reis 23:15). Um grupo de exilados regressa de Babilónia e se fixa novamente em Betel, em 537 a.C. (Esdras 2:28).

O profeta Oséias, um século antes de Jeremias, se refere a Betel com outro nome, "Bete-Áven" (Oséias 4:15; 5:8; 10:5-8). O seu nome significa "Casa do Nada", "Casa de Vaidade", "Casa da Nulidade", isto é, dos ídolos. O profeta Jeremias afirma que "a casa de Israel se envergonhou de Betel" (Jeremias 48:13), devido à sua idolatria e, especificamente, ao culto do bezerro de ouro.

Cidade moderna de Israel[editar | editar código-fonte]

  • Betel ou Bet El, na atualidade, é uma cidade nova localizada 20 km ao norte de Jerusalém, que pouco conserva dos tempos bíblicos. Em seus arredores, concretamente em Hai, pode-se ver, com um pouco de imaginação, restos de uma cidade cananéia.

Outros usos do nome[editar | editar código-fonte]

Pelas Testemunhas de Jeová[editar | editar código-fonte]

Betel, ou "Casa de Deus", é a designação usada entre as Testemunhas de Jeová para se referirem a todos os edifícios ou conjunto de edifícios administrativos, complexos gráficos, fazendas e edifícios residenciais para os seus trabalhadores permanentes. Todos estes bens imóveis pertencem à Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados ou às suas congéneres. Os trabalhadores voluntários que nelas trabalham por Tempo Integral, chamados de Betelitas, integram a Ordem Mundial dos Servos Especiais de Tempo Integral.

Tomando como exemplo o Brasil, o conjunto dos edifícios administrativos, complexos gráficos e blocos residenciais pertencentes à filial da Sociedade Torre de Vigia daquele país, ali designada por Associação das Testemunhas Cristãs de Jeová, é habitualmente chamado de "Betel do Brasil". O Betel do Brasil está situado no município de Cesário Lange, no estado de São Paulo.

O Betel de Portugal, que serve de sede à filial da Sociedade Torre de Vigia, designada por Associação das Testemunhas de Jeová naquele país, está situado em Alcabideche, a alguns quilómetros de Lisboa.