Beth Guzzo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Beth Guzzo
Nome completo Elizabeth Balbino Guzzo
Nascimento 2 de abril de 1975 (39 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade  Brasil
Parentesco Valentino Guzzo (Vovó Mafalda)
Ocupação Cantora

Elizabeth Balbino Guzzo, mais conhecida como Beth Guzzo (São Paulo, 2 de abril de 1975) é uma cantora e atriz brasileira, filha de Valentino Guzzo - famoso diretor de televisão e intérprete do personagem Vovó Mafalda.

Seu primeiro contato com o meio artístico foi aos 11 anos de idade, quando começou a apresentar shows com o pai em circos espalhados pelo Brasil. Beth Guzzo mora na cidade de São Paulo desde 1975.

Também o aprendizado com o pai como apresentador, produtor e diretor de programas como: Sílvio Santos, Chacrinha, Flávio Cavalcanti, Bolinha, Raul Gil e Ratinho, deram à Beth, uma visão mais ampla para seu trabalho como artista. Com a mãe Cleuza Guzzo, a artista aprendeu a disciplina. A irmã Vanessa Guzzo, produtora de TV, acrescenta a informação e atualização do mercado.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Os primeiros passos começaram aos 11 anos, quando Beth integrou o elenco dos shows de Vovó Mafalda e Bozo, como ‘Mafaldete’, por todo o país. A menina começava a mostrar seu talento dançando, atuando e cantando, transformando-se assim, numa artista ainda quando criança. Em 1989 surgiu o convite para gravar um disco dirigido ao público infantil, de onde se destacou o hit “Me Dá Me Dá”.

No auge da Lambada, Beth Guzzo grava e faz sucesso com a música “Ai Moreno”, que permaneceu por vários meses como uma das mais executadas nas rádios e é considerada um dos maiores hits deste gênero musical.[carece de fontes?]

Com o sucesso no rádio, Beth Guzzo, inicia sua carreira como cantora e participa de todos os programas de televisão na época, como também na mídia impressa.

Seu décimo álbum, gravado ao vivo, comemora os 20 anos de carreira. A produção é assinada por Ivan Miyazato. A direção executiva é assinada pela própria cantora ao lado de Fernando Pinotti.

Música sertaneja[editar | editar código-fonte]

Foi na música sertaneja que a cantora Beth Guzzo encontrou seu caminho e de onde nunca mais se afastou.

Sucessos como: “Carregado de Amor”, “Peão de Verdade”, “Bandido”, “Frente e Verso Colorido”, “De São Paulo à Belém”, “Coração da Pátria”, “A Saudade”, “Vem Meu Cowboy”, “Trem Bão”, “Gamação Danada”, “A Festa Começou”, “Incerteza” (composição própria), “Escolta de Vagalumes” e, uma homenagem à Nossa Senhora Aparecida na música “Senhora da Pele Morena”, levaram seu show para todo o Brasil e também ao exterior.

Atriz e apresentadora[editar | editar código-fonte]

Como atriz, participou de trabalhos na TV Gazeta e SBT, passou pelo teatro e, com apresentadora comandou programas musicais no Canal do Boi – “Show Brasil” e na RedeTV! – “Programa Beth Guzzo”.

Trabalho social[editar | editar código-fonte]

O lado humanitário da artista é reconhecido por suas participações em campanhas institucionais do terceiro setor como: Associação Pestalozzi, Hospital de Câncer de Barretos, Teleton, AACD, LBV, Hospital Infantil Boldrini, entre outras mais.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Beth Guzzo -(1989)
Beth Guzzo -(1991)
Beth Guzzo -(1992)
Beth Guzzo -(1994)
Beth Guzzo - ( é a vida - (1996)
Beth Guzzo -(1998)
Beth Guzzo -( trem bão) - (2000)
Beth Guzzo -( gamação danada) - ( 2002)
Beth Guzzo -( vai tremer o chão) ( 2007)
Beth Guzzo - ao vivo ( 2010)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]