Bevatron

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Bevatron foi um acelerador de partículas — especificamente, um síncrotron de prótons de foco fraco — no Lawrence Berkeley National Laboratory que começou a operar em 1954. O antipróton foi descoberto lá em 1955, resultando no Prêmio Nobel de Física em 1959 para Emilio Segrè e Owen Chamberlain.[1] Acelerou prótons em um alvo fixo, e foi nomeado por sua habilidade de impart energias de bilhões de eV. (Bilhões de eV Síncrotron.) Recebeu um novo aluguel em 1971,[2] quando se juntou ao acelerador linear SuperHILAC como um injetor para íons pesados.[3] A combinação foi conhecida como Bevalac. Pode acelerar qualquer núcleo na tabela periódica à energias relativistas. Foi finalmente descomissionado em 1993. O prédio que abriga o Bevatron ainda está presente mas está marcado para demolição começando em junho de 2008 e terminando em 2011.

Referências

  1. The History of Antimatter
  2. Bevalac Had 40-Year Record of Historic Discoveries  Goldhaber, J. (1992) Berkeley Lab Archive
  3. Stock, Reinhard. (2004). "Relativistic nucleus–nucleus collisions: from the BEVALAC to RHIC". Journal of Physics G: Nuclear and Particle Physics 30: S633–S648 pp.. DOI:10.1088/0954-3899/30/8/001. nucl-ex 0405007v1.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]