Beverly Hills (Weezer)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Beverly Hills"
Single de Weezer
do álbum Make Believe
Lançamento 29 de Março de 2005 (2005-03-29)
Formato(s) CD
Gravação 2004
Gênero(s) Rock Alternativo, Power Pop
Duração 3:18
Gravadora(s) XL Recordings Reino Unido
Composição Rivers Cuomo
Letrista(s) Rivers Cuomo
Produção Rick Rubin
Informações sobre o vídeo musical
Gravação 2005
Lançamento 2005
Director(es) Marcos Siega
Duração 4:02
Cronologia de singles de Weezer
Último
Último
"Keep Fishin'"
(2002)
"We Are All on Drugs"
(2005)
Próximo
Próximo
Certificação RIAA: Platinum.png Platina

Beverly Hills é uma música da banda americana de rock Weezer, lançada em 2005 como o primeiro single do seu quinto álbum, Make Believe. O vídeo musical da canção foi gravado na Mansão da Playboy (que não se localiza em Beverly Hills, mas sim na comunidade vizinha de Holmby Hills), tendo a participação de Hugh Hefner no início. A música conta com a voz de apoio por parte da cantora Stephanie Eitel, da banda Agent Sparks.

Inspiração[editar | editar código-fonte]

Rivers Cuomo teve as seguintes declarações sobre a inspiração que teve para compor a música,

Eu estava na inauguração do novo Hollywood Bowl a folhear o programa quando vi uma imagem das Wilson Phillips. Por alguma razão eu pensei quão bom seria casar, tipo, com uma celebridade "estabelecida", viver em Beverly Hills e fazer parte daquele mundo. E isso era um desejo totalmente sincero. E depois escrevi essa canção, "Beverly Hills". Por alguma razão, na altura em que saiu - e o vídeo foi lançado - pareceu-me que aquilo tinha virado em algo que parecia sarcástico. Mas originalmente não tinha como intenção que fosse totalmente sarcástico.[1]

Sucesso[editar | editar código-fonte]

A música foi o single com maior sucessor comercial até "Pork and Beans" ter sido lançado, sendo conhecido pela sua harmonia do tipo I-IV-V, uso de palmas, letra simples que abordava a alienação e o distinto solo de Cuomo com o uso de uma talk box, bastante comum quando a banda faz espectáculos ao vivo. A música atingiu o topo da Billboard Modern Rock Tracks durante uma semana, passando meses junto ao topo da Billboard Top 100 (tendo atingido o 10.º lugar) e foi certificada com ouro a 6 de Junho de 2005. Até Dezembro de 2010 era o single com melhor classificação atingida na tabela Hot 100. Até Janeiro de 2006, o single digital tinha sido comprado cerca de 962,000 vezes no iTunes. Também passou muito bem por outras tabelas da Billboard, como a Adult Top 40 (8.º lugar), a Hot Digital Songs (1.º lugar) e Mainstream Rock Tracks (26.º lugar).

A música também alcançou o Top 10 do UK Singles Chart, atingindo a 9.ª posição e mantendo-se na tabela durante cinco semanas.

A música foi nomeada para Melhor Música Rock nos 48.º Grammy Awards, tendo sido a primeira nomeação de sempre para a banda. O vídeo musical foi nomeado para o Melhor Vídeo Rock dos MTV Video Music Awards de 2005. A música venceu o College Song Of The Year nos 54.º BMI Pop Awards.[2]

"Beverly Hills" permaneceu na 1.ª posição da tabela Modern Rock por uma semana. Foi o primeiro #1 dos Weezer, sendo que o terceiro single de Make Believe, "Perfect Situation", também conseguiu o mesmo posto, segurando-o por quatro semanas.

A música foi a mais vendida por download digital em 2005, de acordo com a Nielsen SoundScan.[3]

Rivers Cuomo afirmou que "Beverly Hills", juntamente com o solo do terceiro verso e com o último refrão de "Falling For You" (de Pinkerton), são as realizações musicais de que mais se orgulha.

É incrivelmente divertido: uma boa batida, acordes de guitarra, estilo vocal cativante. Para além disso, eu penso que a letra é incrível de uma maneira muito subestimada. 'I might as well enjoy my life and watch the stars play' (Eu poderia então desfrutar da minha vida e ver as estrelas actuarem). Eu adoro! Com esta música em particular nós tivemos a capacidade de transcender o nosso pequeno nicho e conectar com todo o tipo de pessoas, novas e velhas, de todas as origens.[4]

Fuga pelo Telemóvel/Celular[editar | editar código-fonte]

Um momento notável no meio dos fãs dos Weezer teve lugar após as gravações do vídeo musical, no qual estes participaram após um pedido colocado no site dos Weezer, weezer.com.[5] A música e o álbum que viria a ser lançado estavam sobre grande protecção e ninguém teria ouvido qualquer do material produzido. Apesar dos dispositivos de gravação terem sido inspeccionados à entrada das gravações, um fã teve a capacidade de ultrapassar esta barreira e fazer uma gravação da música, tendo sido esta colocada na internet. O clip feito por telemóvel (no Brasil: celular) foi rapidamente descarregado por muitos dos fãs mais ansiosos, tendo representado o primeiro material novo da banda ouvido em dois anos.

Versões[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "Versão do Álbum"   3:18
2. "Versão do Vídeo"   3:30
3. "Versão do Single"   3:22
4. "Versão da Rádio Disney"   3:19

Pessoal[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Make Believe: Track By Track. Weezer.com. Página visitada em 2 de Outubro de 2007.
  2. http://www.wjbq.com/rftp/nmc/news/10323.html Wjbq.com
  3. http://www.mp3.com/news/stories/2819.html Mp3.com
  4. Rivers Cuomo Fan Interview 1996. Weezer.com. Página visitada em 2 de Outubro de 2007.
  5. Weezer make an appeal to fans.