Bibi Aisha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aisha Mohammadzai
Nome completo Aisha Mohammadzai
Nascimento
Afeganistão
Residência Maryland, Estados Unidos
Nacionalidade Afeganistão afegã

Aisha Mohammadzai (em língua pachto: بی بی عایشه), também escrito como Bibi Aisha o Aesha Mohammadzai é uma mulher afegã que teve o rosto mutilado após tentar protestar contra o regime de seu país e de sua família.[1] [2]

Ficou famosa principalmente após ser capa da revista Time no verão de 2010, após sua aparição no Daily Beast em dezembro de 2009.[3] [4] [5]

Ela foi dada de presente pelo seu pai para uma família como uma compensação de um crime que ele cometeu, quando ela tinha 12 anos de idade.[6] [7] [8] [9] [10]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Ann Jones, 'Afghan Women Have Already Been Abandoned', The Nation (August 12, 2010).
  2. Ahmad Omed Khpalwak, 'Taliban Not Responsible for Cutting Aisha's Nose, Ear', Uruknet (December 6, 2010).
  3. Baker, Aryn. "Afghan Women and the Return of the Taliban", July 29, 2010. Página visitada em 27 November 2010.
  4. "Disfigured Afghan on Cover of Time Heads to US", August 5, 2010. Página visitada em 27 November 2010.
  5. Webb, Sara. "Top press award for photo of disfigured Afghan woman", 11 February 2011. Página visitada em 11 February 2011.
  6. Bates, Karen Grigsby. "Bibi Aisha, Disfigured Afghan Woman Featured On 'Time' Cover, Visits U.S.", October 13, 2010. Página visitada em 27 November 2010.
  7. Nordland, Ron. "Portrait of Pain Ignites Debate Over Afghan War", August 4, 2010. Página visitada em 27 November 2010.
  8. Rubin, Elizabeth. "Veiled Rebellion", December 2010. Página visitada em 27 November 2010.
  9. "Saving Aesha", CNN.
  10. Paul Toohey Brave Girl with a Tortured Soul The Advertiser May 26, 2012 Pg 40 - 41

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.