Biogênese

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Biogênese (português brasileiro) ou Biogénese (português europeu) tampou um deles.

Cquote1.svg A evolução do indivíduo deve reproduzir a da espécie. Cquote2.svg
Francesco Redi

Ernst Haeckel procurou do mesmo modo explicar transformações ocorridas durante o desenvolvimento mental do indivíduo pelo desenvolvimento intelectual da espécie.

Voltando ao ponto de vista da hereditariedade física, Thomas Henry Huxley foi um dos grandes partidários da teoria biogênica, juntamente com Francesco Redi e Oscar Hertwig, que afirmou não ser determinado e espontâneo o desenvolvimento das células, mas que, pelo contrário, cada célula se desenvolve segundo o lugar que passa a ocupar no organismo e de acordo com as influências exercidas pelas outras células, assim como pelos agentes externos.

Porém muitos criticaram a teoria de Redisson, dizendo que só não surgiram animais no pote lacrado pois não tinha oxigénio para o animal viver. Então em 1864 o químico e biologista francês Louis Pasteur (1822-1895) realiza uma série de experiências com os frascos com "pescoço de cisne" e demonstra que não existe no ar ou nos alimentos qualquer "princípio ativo" capaz de gerar vida espontaneamente. E isso abre caminho para a biogênese, segundo a qual a vida se origina de outro ser vivo preexistente.[1]

Referências

  1. Abiogênese X Biogênese Portal São Francisco. Página visitada em 21 jan 2013.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Genética é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.