Academi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Blackwater USA)
Ir para: navegação, pesquisa

A Academi (antiga Blackwater) é uma empresa de mercenários com sede em Moyock na Carolina do Norte, Estados Unidos. É formada por vários tipos de paramilitares, por ex-integrantes dos Seals e Legião Estrangeira outras chamadas 'forças de elite'. A companhia fornece mercenários e vários outros serviços paramilitares. Foi fundada em 1996 por Erik Prince, que, em agosto de 2009, em depoimentos sob juramento de ex-funcionários, foi acusado de assassinar ou facilitar o assassinato de indivíduos que vinham colaborando com as autoridades federais americanas que investigam o envolvimento da companhia em vários escândalos. A Blackwater está atuando como força auxiliar (e de segurança) no Iraque e Afeganistão, e está envolvida em várias controvérsias e investigações.

A empresa de Erik Prince tem uma divisão para cada atividade: uma divisão de aviação (Aviation Worldwide ou Presidential Airways), uma divisão com atividades na Colômbia e em vários países (Greystone), uma divisão de serviços de inteligência (Total Intelligence Solutions) e também uma divisão responsável pelos serviços secretos que a companhia realiza juntamente com a CIA, denominada Blackwater Select, segundo revelações do New York Times, publicadas em 20 de agosto de 2009.

O livro Blackwater: The Rise of the World's Most Powerful Mercenary Army , de 2006 (publicado no Brasil em 2008 pela Companhia das Letras , com o título Blackwater - A Ascensão do Exército Mercenário Mais Poderoso do Mundo), escrito pelo pesquisador e repórter investigativo Jeremy Scahill, expôs primeira vez as ligações da empresa com algumas atividades da CIA.[1] [2] A obra documenta as atividades da Blackwater e contém informações sobre as relações de Alvin "Buzzy" Krongard (ex-diretor executivo da CIA) com Erik Prince. A ascensão meteórica da companhia é também abordada detalhadamente por Scahill, bem como as ligações de Erik Prince com a extrema direita cristã. Um ex-funcionário da empresa afirmou, em depoimento, que Prince se vê como um guerreiro cristão, cuja missão é eliminar os muçulmanos e a fé islâmica do planeta.

A Blackwater USA assumiu uma posição privilegiada em poucos anos, graças a seus inúmeros contratos com o governo americano, facilitados pelo relacionamento da companhia com vários executivos do governo. Seus negócios ganharam considerável impulso após os atentados de 11 de setembro (2001), com a chamada "Guerra ao Terror".

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Ícone de esboço Este artigo sobre os Estados Unidos é um esboço relacionado ao Projeto América do Norte. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

  1. C.I.A. Said to Use Outsiders to Put Bombs on Drones. Por James Risen e Mark MazzettiI. NY Times, 20 de agosto de 2009.
  2. Is Blackwater Too Big to Fail? Por Daniel Schulman, 21 de agosto de 2009.