Blink-182 (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Blink-182
Álbum de estúdio de Blink-182
Lançamento 18 de novembro de 2003[1]
Gravação janeiro a outubro de 2003 nos estúdios: The Rubin's House, Conway, Rolling Thunder e Signature Sound
Gênero(s) Pop punk[2] [3]
Rock alternativo[2] [3]
Punk rock[4]
Formato(s) CD[3] [4]
Vinil[3] [4]
Cassete[5]
Gravadora(s) Geffen Records[3] [4]
Produção Jerry Finn[4]
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Blink-182
Último
Último
Riding in Vans with Boys
(2003)
Greatest Hits
(2005)
Próximo
Próximo
Singles de Blink-182
  1. "Feeling This"
    Lançamento: 02 de Outubro de 2003
  2. "I Miss You"
    Lançamento: 09 de Fevereiro de 2004
  3. "Down"
    Lançamento: 22 de Junho de 2004
  4. "Always"
    Lançamento: 1º de Novembro de 2004

Blink-182[11] (também conhecido como self titled[12] ou untitled[13] ) é o quinto álbum de estúdio da banda estadunidense Blink-182,[14] lançado dia 18 de novembro de 2003[1] pela gravadora Geffen Records.[3] [4]

Tom DeLonge, Mark Hoppus e Travis Barker haviam se tornado pais neste período e elaboraram um trabalho mais sério, mostrando o amadurecimento da banda, fundindo elementos experimentalistas inspirados por mudanças em seus estilos de vida e se inspirando em projetos paralelos como Box Car Racer e Transplants.

Antes do lançamento do álbum, o baterista da banda Travis Barker anunciou o nome do novo álbum como Use Your Erection I e II, em referência aos álbuns Use Your Illusion I e Use Your Illusion II da banda Guns N' Roses. Mais tarde Travis disse que era uma brincadeira e o grupo preferiu deixar o álbum sem título.

Entre os fãs não houve uma grande aceitação do álbum, pois, não havia mais canções com aquele conteúdo humorístico que cativava tanto os fãs, pelo menos nas canções. No cenário do rock o Blink-182 não caia, pelo contrario, subia mais ainda com esse álbum, que teve grandes participações como a do integrante da banda The Cure, Robert Smith, na faixa "All of This".

O álbum também pode ser considerado como o que sela o fim do Blink-182 para muitos dos fãs, pois segundo eles a banda perdeu sua identidade ao não ter mais aquelas letras irreverentes como antes e muitos atribuem ao vocalista e guitarrista do grupo Tom DeLonge o fim da banda e a mudança no estilo que houve no self-titled.

Faixas[2] [15] [editar | editar código-fonte]

Todas as canções foram escritas por Tom DeLonge, Mark Hoppus e Travis Barker.

  1. "Feeling This" – 2:52
  2. "Obvious" – 2:43
  3. "I Miss You" – 3:47
  4. "Violence" – 3:52
  5. Diálogo de "Stockholm Syndrome" (hidden track) – 1:28
  6. "Stockholm Syndrome" – 2:41
  7. "Down" – 3:03
  8. "The Fallen Interlude" (instrumental) – 2:12
  9. "Go" – 1:53
  10. "Asthenia" – 4:19
  11. "Always" – 4:11
  12. "Easy Target" – 2:20
  13. "All of This" – 4:40
  14. "Here's Your Letter" – 2:54
  15. "I'm Lost Without You" – 6:20

Bônus[editar | editar código-fonte]

Internacional[editar | editar código-fonte]

  • "Anthem Part Two" (ao vivo em Chicago) – 3:45

Reino Unido[editar | editar código-fonte]

  • "Not Now" – 4:09
  • "Anthem Part Two" (ao vivo em Chicago) – 3:45

Japão[editar | editar código-fonte]

Austrália[editar | editar código-fonte]

Banda[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Blink-182 é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.