Boleto bancário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Bloqueto de cobrança)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde setembro de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Exemplo de boleto bancário do Banco Bradesco.

Um boleto bancário (ou simplesmente boleto ou, ainda, bloqueto[nota 1] ) é um documento largamente utilizado no Brasil como instrumento de pagamento de um produto ou serviço prestado. Através do boleto, seu emissor pode receber do pagador o valor referente àquele pagamento.

No Brasil, a utilização de boletos bancários é uma prática comum entre empresas sendo que, em média, 50 milhões de boletos de cobrança são liquidados todos os meses.[carece de fontes?]

O formato e as características gerais dos boletos de cobrança foram desenvolvidos pelo CENEABAN e é padronizado pela FEBRABAN para a utilização da rede bancária brasileira. Ele representa um título de cobrança pagável em qualquer estabelecimento conveniado até uma data preestabelecida. A princípio, os boletos podiam ser pagos apenas em agências bancárias, mas atualmente é possível efetuar o pagamento através de caixas eletrônicos, casas lotéricas, supermercados ou com auxílio de um computador ou smartphone através do internet banking.

Alguns boletos podem conter orientações do cedente que permitam o seu pagamento mesmo após a data estabelecida com eventuais acréscimos de multa ou juros por atraso, sendo tais condições específicas para cada título de cobrança. No entanto, a liquidação de boletos vencidos é um procedimento à parte e, por isso, geralmente é exigido que seja feita em um estabelecimento do banco que emitiu o documento.

Elementos de um boleto de cobrança[editar | editar código-fonte]

Banco: Instituição financeira que, através de contrato próprio firmado com o cedente, fica responsável pela cobrança. O banco receberá o pagamento do referido documento de cobrança pago pelo sacado, e creditará a importância paga na conta bancária do cedente.

Cedente: Quem emite a cobrança. Ou seja, aquele que irá receber a quantia cobrada.

Sacado: Quem efetua o pagamento do boleto.

Valor do documento: Valor que deverá ser pago pelo sacado antes do vencimento.

Data de vencimento: Data-limite para o pagamento do título.

Código de barras: Representação gráfica dos dados do boleto para leitura através de leitor habilitado para tal função. Os boletos possuem esta representação gráfica codificada no padrão Intercalado 2 de 5.

Emissão de boletos bancários[editar | editar código-fonte]

Pessoas físicas ou jurídicas podem emitir boletos bancários desde que possuam uma conta bancária, bastando se dirigir a uma agência e manifestar o interesse.

Alguns bancos permitem que a cobrança dos boletos sejam feitas em duas modalidades: cobrança registrada e não-registrada.

Os boletos de cobrança registrada são gerados pelo cedente e as informações do documento (sacado, valor e data de vencimento) são enviadas para o banco através de um arquivo de remessa. Estes dados são gerenciados pela instituição financeira que pode realizar serviços como o protesto de títulos quando inadimplentes.

Os boletos de cobrança não-registrada funcionam como os de cobrança registrada só que as informações do documento não necessitam ser enviadas para o banco. Portanto, todo serviço de verificação e protesto fica a encargo do cedente.

Os boletos de cobrança tem um custo. O custo dos boletos de cobrança registrados são cobrados quando o arquivo de remessa é enviado ao banco. Os custo dos boletos de cobrança não-registrada, por sua vez, só é cobrado do cedente quando o sacado efetua o pagamento. De certa forma, os boletos de cobrança registrados podem ser chamados de pré pagos enquanto os não registrados podem ser chamados de pós pagos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Embora o termo "bloqueto" seja encontrado em documentos emitidos por agentes financeiros, considera-se "boleto" o termo correto para referenciar o documento de cobrança bancária, pois o primeiro não consta nos dicionários da língua portuguesa.[1] [2]

Referências

  1. Professor Pasquale (6 de outubro de 2011). Com a palavra, o Professor Pasquale (áudio). Página visitada em 24 de setembro de 2014.
  2. Carlos Rocha (13 de abril de 2007). Boleto e "bloqueto" Ciberdúvidas da Língua Portuguesa. Página visitada em 24 de setembro de 2014. Cópia arquivada em 24 de setembro de 2014.