Blue Jeans (canção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Blue Jeans"
Single de Lana Del Rey
do álbum Born to Die
Lado B "Carmen"
Lançamento 8 de abril de 2012 (2012-04-08)
Formato(s) Descarga digital
Gênero(s) pop, indie pop, hip hop
Duração 3:30
Gravadora(s) Polydor, Interscope
Composição Lana Del Rey, Emile Haynie, Dan Heath
Produção Emile Haynie
Cronologia de singles de Lana Del Rey
Último
Último
"Born to Die"
(2011)
Summertime Sadness
(2012)
Próximo
Próximo

"Blue Jeans" é uma canção da cantora estadunidense Lana Del Rey, contida em seu segundo álbum de estúdio, intitulado Born to Die (2012). Foi composta por Del Rey, Dan Heath e Emile Haynie, sendo produzida pela última. Seu lançamento como terceiro single do disco ocorreu em 8 de abril de 2012 pelas gravadoras Interscope e Polydor. Trata-se de uma faixa dos gêneros pop, indie pop e hip hop. Liricamente, a música fala sobre um relacionamento complicado, que resulta em perdas.

As críticas após o lançamento da música foram em geral positivas, onde o refrão poderoso e a batida de hip hop foram enaltecidos. A faixa teve um desempenho moderado nas tabelas musicais, chegando a sexta e quarta colocações nas paradas belgas Wallonia e Flandres, respectivamente. A canção ainda alcançou a décima posição em Israel na parada Media Forest. Nos Estados Unidos a canção ocupou a quadragésima primeira posição na parada Rock Songs da Billboard.

Para a promoção da canção foram lançados três videoclipes: um produzido pela própria Del Rey; outro dirigido por Yoann Lemoine; e o último foi uma versão acústica com voz e violão. A música foi apresentada pela primeira vez no primeiro episódio da série de TV Ringer. Também foram realizadas outras performances, incluindo na versão britânica do reality show The Voice e nos programas televisivos Le Grand Journal da França e Saturday Night Live dos Estados Unidos, onde gerou muitas críticas negativas a sua atuação.

Antecedentes e composição[editar | editar código-fonte]

Blue Jeans
Amostra de 30 segundos de "Blue Jeans" com sua letra e melodia. A música possui um metrônomo de 60 batidas por minuto e é composta na chave de Fá menor.

Problemas para escutar este arquivo? Veja introdução à mídia.

A canção foi primeiramente lançada em um EP intitulado Blue Jeans / Video Games, e recebeu remisturas por Blood Orange, Kris Menace e RAC.[1] A capa da faixa foi divulgada no dia 13 de março de 2012,[2] o lançamento oficial como o terceiro single do segundo álbum de estúdio da cantora ocorreu no dia 8 do mês seguinte.[3] A canção também está presente no extended play Lana Del Rey, que fez sua estreia na parada de discos norte-americana Billboard 200 em 21 de janeiro de 2012 na vigésima segunda posição, após vender 14 mil exemplares.[4]

"Blue Jeans" foi composta por Lana Del Rey, Dan Heath e Emile Haynie, sendo produzida pela última.[5] A cantora revelou em uma entrevista que a canção foi escrita no chalé de Heath, em Santa Mônica. Também comentou que criou a letra na hora, enquanto tocavam uma progressão de acordes que acabou se tornando o refrão assombroso da música.[6] Liricamente, o tema fala sobre um relacionamento complicado, que resulta em perdas.[7] [8] A canção tem batidas de hip hop onde Del Rey canta versos como: "Você é tão puro como a morte e doentio como o câncer / Te amo mais que aquelas vacas de antes".[nota 1] [9] A música faz uso de vários instrumentos, notoriamente bateria, guitarra e teclado.[5] De acordo com a partitura publicada pela Universal Music Publishing Group na página da Musicnotes, Inc, a canção possui um metrônomo de 60 batidas por minuto e é composta na chave de Fá menor.[5] Em entrevista a SpinorBinMusic, a cantora falou que tanto a faixa "Summertime Sadness" como "Blue Jeans" foram trabalhadas lentamente e com compositores diferentes.[10]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

John Murphy, do MusicOMH.com afirmou que "Blue Jeans" juntamente com "Video Games", são semelhantes às músicas da cantora Adele.[11]

As críticas após o lançamento da faixa foram geralmente positivas. Em sua revisão ao álbum Born to Die, Sal Cinquemani da revista Slant, afirmou que os singles "Video Games", "Blue Jeans" e "Born to Die" estavam entre as melhores canções do ano, e observou: "é apenas janeiro".[12] Ele também falou do desempenho vocal de Del Rey: "Ela usa um efeito impressionante e deslumbrante na canção, no que parece ser uma respiração desfalecida".[12] Lindsay Zoladz, da publicação musical Pitchfork Media, disse que a política sexual de Born to Die estava incomodando muito: "Você seria duramente pressionado para encontrar qualquer música em que Del Rey revela uma interioridade ou figura-se como algo mais complexo que um sorvete de cone a ser lambido como objeto de desejo masculino". Ela ainda afirmou que um verso de "Blue Jeans" resume cerca de 65% do conteúdo lírico do álbum.[13] Channing Freeman do Sputnikmusic disse em sua resenha que a música poderia ser um dos grandes temas do álbum.[14]

Billy Hepfinger, da revista PopMatters, afirmou que a canção é "meramente escutável".[15] Por outro lado, John Murphy, da revista online MusicOMH.com, observou que apesar de sofrerem com "o estilo onipresente" da cantora inglesa Adele, "'Video Games' e 'Blue Jeans' ainda soam belíssimas, soam como as músicas mais tristes de amor já escritas",[11] Já para Luke Larsen, da Paste Magazine as duas canções são cativantes, obscuramente cinematográficas e maravilhosamente escritas.[16] Gazelle Emani, do The Huffington Post observou que a canção foi fiel à fórmula musical da cantora de nostalgia e realismo, combinadas por letras maliciosas e profundas.[17] Robert Copsey do Digital Spy escreveu que não imaginava uma atuação tão ruim no Saturday Night Live. Ela ronrona ao longo de um nebulosa guitarra elétrica: "E eu sei que o amor é malvado, e o amor machuca / Mas eu ainda me lembro daquele dia que nos conhecemos em dezembro", enquanto as cordas voam por baixo e, eventualmente, sobem no refrão, enquanto ela proclama: "Eu vou te amar até o fim dos tempos". Copsey premiou a canção com quatro de cinco estrelas possíveis.[18]

Divulgação e outras versões[editar | editar código-fonte]

Lana Del Rey com seus fãs no dia da apresentação no Saturday Night Live.

Em 14 de janeiro de 2012, Del Rey cantou as músicas "Video Games" e "Blue Jeans" no programa de televisão Saturday Night Live, do canal estado-unidense NBC.[19] [20] Sua apresentação recebeu muitas críticas negativas, por ela estar nervosa e por sua desafinação.[21] [22] Uma nova performance foi realizada no Le Grand Journal, na França, no dia 30 do mesmo mês.[23] Em 13 de abril, a cantora apresentou "Blue Jeans" no talk show italiano Le invasioni barbariche do canal La7.[24] Em 28 de abril, ela cantou a canção na primeira temporada do The Voice UK — a gravação foi ao ar no dia seguinte, na BBC One.[25] Del Rey também interpretou-a no festival londrino Lovebox em 16 de junho.[26] Ainda em 2012, a cantora teve a oportunidade de atuar no evento 'Hackney Weekend', criado pela Radio BBC 1. Na ocasião a interprete cantou sete canções, dentre elas "Blue Jeans".[27] A música faz parte do repertório oficial da turnê Born to Die Tour, que percorre América do Norte, Europa e Oceania.[28]

Foi posto à venda na loja virtual iTunes Store um EP com várias versões remix da canção.[29] O grupo Penguin Prison também fez uma remistura da música, divulgando-a em outubro de 2011.[30] Uma versão do single com Lana Del Rey e Azealia Banks também foi lançada no iTunes dentro de um EP.[29] [31] Mark Foster, vocalista da banda Foster the People, foi o responsável por juntar Del Rey e Banks neste remix, que estará no novo projeto de Mark, intitulado Sims & Belle.[32] Para essa mistura Del Rey e Banks trabalharam com o compositor e vocalista Ryan Tedder do One Republic que já havia trabalhado na canção Halo da "Beyoncé" e em "Bleeding Love" da Leona Lewis.[33] Durante a premiação do Grammy Awards de 2012 Tedder foi entrevistado pela Billboard, na ocasião ele comentou:

Tenho cancelado várias sessões de composição para fazer coisas que me animam muito e que acho que são muito legais. Azealia Banks me assusta. Lana Del Rey me assusta um pouco. Não de uma maneira negativa.[33] [34]

A canção foi apresentada no primeiro episódio da série televisiva Ringer.[35] [36] Além disso, "Blue Jeans" foi tema de dois comerciais: do café "Nespresso", da marca Nestlé,[37] e da Universidade de Phoenix, no Arizona.[38]

Videoclipes[editar | editar código-fonte]

O primeiro videoclipe da canção "Blue Jeans" foi carregado na conta de Del Rey no YouTube em 9 de setembro de 2011. Assim como a gravação audiovisual de seu primeiro single "Video Games", ela reuniu cenas de arquivos antigos da internet e filmou-se em frente à sua webcam.[39] [40] Del Rey também incluiu cenas do fotógrafo australiano Nirrimi Joy Firebrace realizadas em um projeto chamado "concurso coração". As imagens misturam formatos como Super-8 e VHS.[41] Os críticos compararam o vídeo com os trabalhos anteriores da cantora.[42] Até março de 2012 o clipe já somava mais de 10 milhões de visualizações.[43]

Cena em qual a cantora está em uma piscina beijando seu namorado (segundo videoclipe de "Blue Jeans").

A segunda versão do vídeo foi dirigido por Yoann Lemoine, que já havia trabalhado com Del Rey na canção "Born to Die".[44] [45] Primeiramente, foi divulgada pela cantora uma foto, que não trazia o título da música, entretanto, nesta imagem mostra uma mão masculina em seu pescoço onde mostra em um dos dedos dessa mão a palavra "f*ck" tatuada.[2] [46] O lançamento ocorreu no dia 19 de março de 2012.[47] Lemoine produziu o vídeo com efeito preto e branco, onde em vários momentos a câmera aparece desfocada, mostrando Del Rey e o ator Bradley Soileau em uma piscina, em cenas sensuais.[48] [49] Soileau acaricia o corpo de Del Rey, e logo depois coloca a mão em sua boca.[50] Em seguida, aparecem diversas imagens dos dois nadando juntos, com vários crocodilos que os espreitam.[51] O ator aproxima-se dela, eles começam a trocar olhares e depois se beijam novamente.[51]

Logo após o lançamento oficial a repercussão na internet foi intensa: "Blue Jeans" se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais, recebendo muitas críticas positivas para o conjunto música e vídeo.[52] Este segundo videoclipe foi bem recebido pela crítica especializada. Amanda Dobbins, do blog Vulture, notificou que Del Rey supostamente alugou ou comprou uma casa de fazenda com uma piscina atraente para gravar a obra. Ainda disse que "ela parece muito chique! Mas triste".[42] X. Alexander, do website Idolator, observou que Del Rey expressa muitas tristezas e reflexos na água. Alexander ainda comentou: "Nós estamos cavando as imagens exuberantes que conseguem fazer de um dia ensolarado na piscina um estilo lindo de arrepiar". Ele terminou exaltando: "Essa é a nossa menina!".[53] Jeff Daily do Spacelab, comentou que o vídeo não é o que se poderia descrever como uma grande arte e que ele é tão chato quanto á música.[54]

O terceiro videoclipe foi carregado no Youtube com o título "Blue Jeans (Live at the Premises)" e traz uma versão acústica da canção.[55] Nele, Del Rey encontra-se em uma sala agradável com um microfone, acompanhada por um guitarrista.[56] Mallika Rao, escrevendo para o jornal The Huffington Post, comentou sobre o desempenho de Del Rey: "A voz dela ainda é surpreendentemente profunda. A referência implícita a Nancy Sinatra e sua linha ancestral sombria de jazz, que os fãs acham emocionante, e os críticos chamam de derivativos, ainda está no trabalho."[57] Alex Yound, do site Consequence of Sound, afirmou que olhou verdadeiramente para Lana Del Rey após assistir o videoclipe.[56]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

A versão single de "Blue Jeans" contém apenas uma faixa com duração de três minutos e trinta segundos.[58] Del Rey esteve envolvida em todo processo das remisturas feitas para promover a canção nas rádios. Foi lançado um extended play com versões editadas da canção.[59] O compacto esteve na edição disco de vinil, onde a faixa "Carmen" também da cantora esteve presente.[60] Ainda foi feito outra versão para promover o single, onde esteve a original (versão do álbum) e uma edição feita para rádios.[61] Em abril de 2012, Del Rey fez uma mistura da canção com a rapper americana Azealia Banks,[31] lançado em um EP no iTunes a 1 de maio de 2012.[29] Em 21 de janeiro de 2013, foi disponibilizado um extended play no iTunes com sete faixas misturadas que entre elas estão duas versões instrumentais da canção "Video Games".

Remixes EP[59]
N.º Título Duração
1. "Blue Jeans" (Remastered) 3:30
2. "Blue Jeans" (Gesaffelstein Remix) 4:35
3. "Blue Jeans" (Odd Future's the Internet Mix)  
4. "Blue Jeans" (Dev Hynes)  

Créditos[editar | editar código-fonte]

A lista de créditos de produção a seguir foi adaptada do encarte do álbum Born to Die:[64]

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Na Bélgica, a obra fez a sua estreia na na região Flanders na septuagésima quinta colocação, segundo a publicação de 7 de abril de 2012 pela Ultratop;[65] mais tarde conseguindo sua maior colocação, sendo esta de número 6. Na região Valônia a faixa alcançou o pico de número 3.[65] "Blue Jeans" desempenhou-se na décima terceira posição da Hitseekers Chart.[66] Na França, o tema entrou na France Singles Chart na décima sexta posição, de acordo com a publicação de 12 de novembro de 2012.[67] Em Israel, a faixa assinalou a septuagésima quinta posição, na parada publicada pela Media Forest.[68]

Na Suíça, alcançou a décima nona colocação na tabela da parada oficial, Schweizer Hitparade.[69] No Reino Unido, a música estreou na quinquagésima terceira colocação na UK Singles Chart na semana de 15 de abril de 2012,[69] mais tarde subia a posição de número 32, na semana de 6 de maio de 2012.[70] Ainda em território americano, alcançou a quadragésima primeira posição na parada Rock Digital Songs[71] e a vigésima quarta na Alternative Digital Songs.[72]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

"Blue Jeans" foi lançada para descarga digital em 8 de abril de 2012. No mesmo mês, um extended play digital contendo remisturas da canção foi disponibilizado no mercados holandeses e alemão[76] — neste último tendo um lançamento na edição física (CD). Na França, a faixa foi lançada como CD single no dia 23 de julho de 2012.[77] Nos Estados Unidos foi lançado um EP contendo sete versões diferenciadas da canção.[78]

País Data Formato Gravadora(s)
 Reino Unido[79] 8 de abril de 2012 7" Vinyl Interscope, Polydor
 Austrália[80] 1 de maio de 2012 6- track Digital Remixes EP
 Bélgica[81]
 Brasil[82]
 Canadá[83]
 Estados Unidos[84]
 Espanha[85]
 Finlândia[86]
 França[87]
 Grécia[88]
 Países Baixos[89]
 Japão[90]
 Luxemburgo[91]
 Nova Zelândia[92]
 Portugal[93]
 Suécia[94]
 Estados Unidos[95] 21 de maio de 2012 Triple A radio
 França[77] 23 de julho de 2012 CD single
 Estados Unidos[78] 21 de janeiro de 2013 7 track Digital Remixes EP

Notas

  1. Letra original: "You so fresh to death and sick as cancer / Love you more than those bitches before.

Referências

  1. Lana Del Rey announces new single 'Blue Jeans' - Music News - Digital Spy Digital Spy. Visitado em 15 de março de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2012.
  2. a b Lana Del Rey divulga capa do single Blue Jeans com a palavra f*ock nos dedos. Visitado em 09 de fevereiro de 2013.
  3. Próximo single de Lana Del Rey será 'Blue Jeans' MTV (29 de fevereiro de 2012). Visitado em 14 de março de 2012. Cópia arquivada em 21 de fevereiro de 2013.
  4. Caulfield, Keith (1 de fevereiro de 2012). Lana Del Rey Aiming for No. 2 Debut on Billboard 200 Album Chart Billboard Prometheus Global Media. Visitado em 15 de setembro de 2012.
  5. a b c Blue Jeans - Lana Del Rey Digital Sheet Music musicnotes.com. Visitado em 29 de agosto de 2012.
  6. Jeanne Detallante. Lana Del Rey x Blood Orange nowness.com. Visitado em 17 de fevereiro de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  7. Sarah Deen. Lana Del Rey v Taylor Swift: Music Video Fight Club Metro. Visitado em 15 de fevereiro de 2013.
  8. Lana Del Rey Releases Controversial Single Art; 'American Idol' Performance Confirmed Hollywood Reporter. Visitado em 17 de setembro de 2012.
  9. Track Review: Lana Del Rey – Blue Jeans (em inglês) So So Gay (14 de setembro de 2011). Visitado em 24 de dezembro de 2011. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  10. Manfred. Lana Del Rey Reveals All In Intimate Interview: “Music Is Not My First Passion.” SpinorBinMusic. Visitado em 14 de fevereiro de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  11. a b John Murphy (30 de janeiro de 2012). Lana Del Rey - Born To Die. Visitado em 15 de setembro de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  12. a b Sal Cinquemani (25 de janeiro de 2012). Lana Del Rey - Born to Die Slant Magazine. Visitado em 15 de setembro de 2012.
  13. Lindsay Zoladz. Lana Del Rey - Born to Die. Visitado em 15 de setembro de 2012.
  14. Channing Freeman. Lana Del Rey - Born to Die Sputnikmusic. Visitado em 29 de agosto de 2013.
  15. Billy Hepfinger. Lana Del Rey - Born to Die PopMatters. Visitado em 15 de setembro de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  16. Luke Larsen. Eight Reasons Why Lana Del Rey Blew Up Paste Magazine. Visitado em 02 de fevereiro de 2013.
  17. Emami, Gazelle. Lana Del Rey, 'Blue Jeans' (VIDEO) The Huffington Post AOL. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  18. Robert Copsey. Lana Del Rey: 'Blue Jeans' - Single review Digital Spy. Visitado em 16 de fevereiro de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  19. Lana Del Rey - Video Games (Live on SNL) Vevo (15 de janeiro de 2012). Visitado em 1 de maio de 2012. Cópia arquivada em 21 de fevereiro de 2013.
  20. Lana Del Rey - Blue Jeans (Live on SNL) Vevo (15 de janeiro de 2012). Visitado em 1 de maio de 2012. Cópia arquivada em 21 de fevereiro de 2013.
  21. Lana Del Rey adia início da turnê após fiasco na TV, diz jornal folha.com (7 de fevereiro de 2012). Visitado em 9 de abril de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  22. Atuação de Lana Del Rey mal recebida pelo público propagandistasocial.com (16 de janeiro de 2012). Visitado em 9 de abril de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  23. ALEX YOUNG. Video: Lana Del Rey hits Le Grand Journal Le Grand Journal Consequence of Sound. Visitado em 16 de setembro de 2012. Cópia arquivada em 27 de maio de 2013.
  24. L'INTERVISTA A LANA DEL REY la7.it. Visitado em 16 de setembro de 2012.
  25. Lana Del Rey for The Voice UK Digital Spy (20 de abril de 2012). Visitado em 16 de setembro de 2012.
  26. Vídeos: Lana Del Rey faz show no LoveBox Festival com seus maiores hits POPLine. Visitado em 23 de dezembro de 2012.
  27. Lana Del Rey - Radio 1’s Hackney Weekend BBC. Visitado em 01 de fevereiro de 2013. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  28. "Lana Del Rey Tour Setlist" setlist.fm. Visitado em 18 de junho de 2012.
  29. a b c Blue Jeans (Remixes) - EP iTunes. Visitado em 17 de setembro de 2012.
  30. Lana Del Rey – Blue Jeans (Penguin Prison Remix) (10 de outubro de 2011). Visitado em 15 de dezembro de 2011.
  31. a b Azealia Banks faz remix de “Blue Jeans” em dueto com Lana Del Rey; ouça Billboard Brasil. Visitado em 27 de abril de 2012.
  32. Remix de vocalista do Foster The People justa Lana Del Rey e Azealia Banks em 'Blue Jeans' Multishow. Visitado em 17 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  33. a b Lana Del Rey e Azealia Banks juntas em nova música MTV. Visitado em 17 de fevereiro de 2012. Cópia arquivada em 21 de fevereiro de 2013.
  34. Katy Freitas. Lana Del Rey e Azealia Banks trabalham em parceria Território da Música. Visitado em 17 de fevereiro de 2012.
  35. Ringer: Episódio 102. Visitado em 15 de março de 2012.
  36. Lana Del Rey's 'Video Games' lands a prime spot on CW's 'Ringer' — Is she officially mainstream now? ew.com. Visitado em 02 de janeiro de 2012.
  37. Nespresso launches first-ever TV campaign in the U.S. Nestlé Nespresso. Visitado em 25 de julho de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  38. University of Phoenix (Ad) // Blue Jeans (Lana Del Rey) Songs Pub. Visitado em 1 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  39. Amanda Dobbins. Meet Lana Del Rey, the New Singer Music Bloggers Love to Hate. Visitado em 15 de fevereiro de 2013.
  40. Dave Kim. LANA DEL REY SWIMS WITH THE ALLIGATORS IN NEW VIDEO FOR ‘BLUE JEANS’ diffuser.fm. Visitado em 14 de fevereiro de 2012.
  41. Blue Jeans, o novo clipe de Lana Del Rey Revista O Grito. Visitado em 14 de fevereiro de 2013. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  42. a b Amanda Dobbins. ‘Blue Jeans’ Video: Lana Del Rey Throws a Sad Pool Party Vulture. Visitado em 04 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  43. Robert Copsey. Lana Del Rey unveils 'Blue Jeans' music video still Digital Spy. Visitado em 16 de fevereiro de 2012.
  44. Montgomery, James (12 de janeiro 2012). Lana Del Rey Talks Tigers, Tames Critics With Born To Die MTV News Viacom International Inc. Visitado em 26 de abril de 2012.
  45. Lana Del Rey unveils new video for 'Blue Jeans' – watch NME IPC Media (19 de março 2012). Visitado em 26 de abril de 2012.
  46. Tony Oliveira. Lana Del Rey lança video de “Blue Jeans” Revista Cifras. Visitado em 16 de setembro de 2012.
  47. Clipe novo de Lana Del Rey circula pela web. Assista a "Blue Jeans".. Visitado em 08 de dezembro de 2012.
  48. Lana Del Rey - "Blue Jeans" Rolling Stone. Visitado em 16 de setembro de 2012.
  49. Lana Del Rey lança clipe do single 'Blue Jeans' oglobo. Visitado em 16 de setembro de 2012.
  50. Lana Del Rey lança clipe do single Blue jeans Pernambuco.com (19 de março de 2012). Visitado em 19 de março de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  51. a b Lana Del Rey lança clipe de "Blue Jeans"; assista musica.uol.com.br. Visitado em 16 de setembro de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  52. Assuntos no Twitter - segunda-feira, 19/03/2012 G1 (19 de março de 2012). Visitado em 19 de março de 2012.
  53. X. Alexander. Lana Del Rey Wears Her “Blue Jeans” To The Pool In New Video Idolator. Visitado em 4 de janeiro de 2012.
  54. REVIEW: Lana Del Rey - “Blue Jeans” Video Spacelab. Visitado em 17 de fevereiro de 2012.
  55. Tom Breihan. Watch Lana Del Rey’s “Blue Jeans” Live At The Premises Stereogum.com. Visitado em 10 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  56. a b ALEX YOUNG. Video: Lana Del Rey performs “Blue Jeans” live at the Premises. Visitado em 10 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  57. Rao, Mallika. Lana Del Rey Live: Singing 'Blue Jeans' At 'The Premises' (VIDEO) The Huffington Post AOL. Visitado em 6 de outubro de 2012. Cópia arquivada em 15 de março de 2013.
  58. Blue Jeans on iTunes iTunes. Visitado em 10 de dezembro de 2012.
  59. a b Blue Jeans (Remixes) - EP iTunes Store Apple, Inc.. Visitado em 24 de abril de 2012.
  60. a b Blue Jeans vinyl discogs.com. Visitado em 24 de abril de 2012.
  61. a b Blue Jeans discogs.com. Visitado em 24 de abril de 2012.
  62. Blue Jeans (Remixes) - EP iTunes. Visitado em 16 de dezembro de 2012.
  63. Blue Jeans Omid 16B Remixes - Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 17 de fevereiro de 2012.
  64. Del Rey, Lana. Born to Die. Estados Unidos: Interscope Records, 2012.
  65. a b c d CHARTS BELGIQUE FRANCOPHONE. Visitado em 25 de abril de 2012.
  66. a b Blue Jeans on Chart pandora ARIA Report 1141. Visitado em 15 de setembro de 2012.
  67. France Singles Top 100 Syndicat National de l'Édition Phonographique (SNEP) acarts.us. Visitado em 16 de setembro de 2012.
  68. a b Top 10 International Media Forest. Visitado em 10 de dezembro de 2012.
  69. a b c d Lana Del Rey - Blue Jeans acharts.us. Visitado em 15 de setembro de 2012.
  70. UK Singles Top 75 The Official UK Charts Company acharts.us. Visitado em 16 de setembro de 2012.
  71. a b Rock Digital Songs Billboard Bizz. Visitado em 16 de setembro de 2012.
  72. a b Alternative Digital Songs Billboard Bizz. Visitado em 16 de setembro de 2012.
  73. Official UK Singles Top 100 - 12th May 2012 The Oficial Charts. Visitado em 8 de maio de 2012.
  74. Gold Platinum Database (em inglês) Music Canada. Visitado em 13 de maio de 2014.
  75. CERTIFICERINGER - Pag. 53 IFPI Dinamarca. Visitado em 11 de janeiro de 2013.
  76. Blue Jeans Remixes fr.7digital.com. Visitado em 16 de setembro de 2012.
  77. a b iTunes - Music - Blue Jeans iTunes Store. Visitado em 23 de fevereiro de 2012.
  78. a b iTunes - Music - Blue Jeans Omid 16B Remixes iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  79. Blue Jeans 7" VINYL Amazon.co.uk. Visitado em 23 de fevereiro de 2012.
  80. Blue Jeans Remixes EP iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  81. iTunes - Music - Blue Jeans (Remixes) - EP by Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  82. iTunes - Music - Blue Jeans (Remixes) - EP by Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  83. iTunes - Music - Blue Jeans (Remixes) - EP by Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  84. iTunes - Music - Blue Jeans (Remixes) - EP by Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  85. iTunes - Music - Blue Jeans (Remixes) - EP by Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  86. iTunes - Music - Blue Jeans (Remixes) - EP by Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  87. iTunes - Music - Blue Jeans (Remixes) - EP by Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  88. iTunes - Music - Blue Jeans (Remixes) - EP by Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  89. iTunes - Music - Blue Jeans (Remixes) - EP by Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  90. iTunes - Music - Blue Jeans (Remixes) - EP by Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  91. iTunes - Music - Blue Jeans (Remixes) - EP by Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  92. iTunes - Music - Blue Jeans (Remixes) - EP by Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  93. iTunes - Music - Blue Jeans (Remixes) - EP by Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  94. iTunes - Music - Blue Jeans (Remixes) - EP by Lana Del Rey iTunes Store. Visitado em 13 de fevereiro de 2012.
  95. Triple A > Future Releases All Music. Visitado em 23 de fevereiro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]