Boa Viagem (Recife)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde novembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Boa Viagem
—  Bairro do Brasil  —
Bairro de Boa Viagem
Bairro de Boa Viagem
Unidade federativa Pernambuco
Zona sul
Região administrativa 6
Município Recife
Área
 - Total 753 hectares
População
 - Total 122,922
    • Densidade 163,17/hectare não/km2 
 - IDH 0,974
Domicílios 42.272
Rendimento médio mensal R$ 7.108
Fonte: Não disponível

O bairro de Boa Viagem, cujo nome deriva da igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem, é um dos mais importantes na cidade do Recife. Uma das suas principais características é a sua posição ao longo do Oceano Atlântico. A avenida Boa Viagem, que corta o bairro por completo, é à beira-mar. O bairro nobre possui uma das maiores aglomerações por metro quadrado da população da cidade, tendo em vista a grande quantidade de edifícios. Em virtude de sua bela costa praiana, considerada uma das mais bonitas praias urbanas do Brasil, existem diversos hotéis no local.

Boa Viagem localiza-se na zona sul da cidade e é banhada pelo Oceano Atlântico, onde também fica a praia de Boa Viagem. Seu IDH em 2000 era o segundo maior da cidade do Recife sendo de 0,974, superado apenas pelo IDH do bairro da Jaqueira.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem, que deu nome ao bairro.

No século XVII foi construída uma igreja dedicada à Nossa Senhora da Boa Viagem em razão da devoção dos pescadores que habitavam o então pequeno povoado. A urbanização só ganhou impulso no início do século XX, com a construção da avenida Boa Viagem. Mesmo assim ainda era um bairro de veraneio. Os primeiros arranha-céus do bairro, os edifícios Holiday (1957), Acaiaca (1958) e Califórnia (1960), foram feitos originalmente como endereços de veraneio. Tornou-se realmente residencial no fim dos anos 70, aliado à construção do Shopping Recife.

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Boa Viagem é o bairro mais rico da zona sul da cidade do Recife, e um dos mais ricos da cidade. Embora não seja o mais desenvolvido, devido principalmente às favelas do bairro, como a Entra-a-Pulso, Tancredo Neves e Bruno Veloso. Possui uma infra-estrutura completa, com lojas, restaurantes, bares, hotéis, boates, escolas e luxuosos edifícios, principalmente na Avenida Boa Viagem, o endereço residencial mais requintado da cidade. Trata-se ainda hoje, o lugar mais disputado por empresas do mercado imobiliário, assim como a Barra da Tijuca no Rio de Janeiro.

Dados[editar | editar código-fonte]

Boa Viagem ao fundo, vista a partir do Aeroporto Internacional do Recife.

Vista Aérea Boa Viagem

Boa Viagem é um dos bairros mais populosos do Recife
  • IDH: 0,974
  • Área territorial (hectare): 753
  • Valor do Rendimento Nominal Médio Mensal dos Domicílios: R$ 7.108
  • População residente: 122.922 habitantes
  • População residente por sexo:
Masculina: 55.044
Feminina: 67.878
  • População por faixa etária:
0 - 4 anos: 6.102
5 - 14 anos: 12.970
15 - 17 anos: 4.693
18 - 24 anos: 13.865
25 - 59 anos: 65.017
60 anos e mais: 20.275
  • Taxa de alfabetização da população de 10 anos e mais: 97,6%
  • Densidade:
Demográfica (habitante/hectare): 163,17
Domiciliar (habitante/domicílio): 2,9
  • Proporção de mulheres responsáveis pelo domicílio: 42,92%
  • Domicílios: 42.272
Domicílios: 42.272
Imóveis residenciais: 35.856
Imóveis não-residenciais: 7.764
Terrenos: 6.506
  • Zonas especiais de interesse social (ZEIS) no bairro: Borborema, Entra Apulso, Ilha do Destino.
  • Fonte: Censo do IBGE (2000) e Prefeitura da Cidade do Recife

Principais vias[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]