Bob Tisdall

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bob Tisdall
campeão olímpico
Atletismo
Modalidade 400 m c/ barreiras
Nascimento 16 de maio de 1907
Nuwara Eliya, Ceilão
Hoje:Sri Lanka
Nacionalidade República da Irlanda irlandês
Falecimento 27 de julho de 2004 (97 anos)
Nambour, Austrália
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Los Angeles 1932 400 m c/ barreiras

Robert "Bob" Morton Newburgh Tisdall (Nuwara Eliya, 16 de maio de 1907 - Nambour, 27 de julho de 2004) foi um velocista e campeão olímpico irlandês.

Nascido no antigo Ceilão - hoje Sri Lanka - numa família anglo-irlandesa e criado em Nenagh, no Condado de Tipperary, Irlanda, ele só havia corrido seis vezes os 400 m c/ barreiras quando o venceu nos Jogos Olímpicos de Los Angeles 1932. Tisdall quebrou o recorde mundial da prova (51s7) mas seu tempo não foi oficializado porque ele bateu numa das barreiras durante a corrida, o que, pelas regras da época, não era permitido para homologação de marca mundial.[1] Por causa deste incidente - que na verdade, só prejudica o próprio atleta - mais tarde as regras foram mudadas. Décadas mais tarde, o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Juan Antonio Samaranch, o presenteou com um vaso de cristal em forma de bacia, com a imagem dele em corrida batendo numa barreira, gravada no vidro.

Depois dos Jogos, Tisdall emigrou para a África do Sul, onde ajudou a formar o Regimento Irlandês-Sul-africano durante a II Guerra Mundial. Depois da guerra ele continuou vivendo pela África, em países diferentes como a Rodésia, Quênia e Tanzânia, até estabelecer-se definitivamente em Nambour na Austrália. Aos 93 anos, antes de morrer, ele participou do revezamento da tocha olímpica em Sydney 2000.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Bob Tisdall Sportsreference. Visitado em 19/07/2012.