Bobby Jindal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde março de 2011)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Boby Jindal

Piyush "Bobby" Jindal (Baton Rouge, Luisiana, 10 de Junho de 1971) é um político dos Estados Unidos da América de ascendência indiana, e membro do Partido Republicano. Foi representante da Luisiana no Congresso dos Estados Unidos da América entre 2005 e 2008 e é o governador da Luisiana desde 14 de Janeiro de 2008.

É o único indo-americano no Congresso na sessão 2005–2006 e o segundo a ser eleito para o Congresso desde Dalip Singh Saund. É ainda o primeiro indo-americano a ser governador de um estado.

Jindal é candidato a reeleição em 2011 para governador da Louisiana.

Origens e carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Bobby Jindal é filho de imigrantes indianos nos EUA. No liceu converteu-se do hinduísmo ao catolicismo.

Diplomado em biologia e em política na universidade de Brown, beneficiou de uma bolsa Rhodes para fazer um mestrado em política na universidade de Oxford.

Durante a sua ainda curta carreira profissional, foi, entre outros cargos, secretário do Departamento da Saúde e Hospitais do estado da Luisiana, director executivo da comissão nacional para a reforma do sistema Medicare e o mais jovem presidente de uma universidade na Luisiana.

Em 1997 casou com Supriya Jolly, e o casal tem três filhos.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Em 2003, entra na política apresentando-se à eleição para governador da Luisiana. Nas primárias do Partido Republicano, fica à frente com 33 % dos votos e é escolhido como candidato do partido. Em 15 de Novembro de 2003, é no entanto batido pela candidata conservadora do Partido Democrata, Kathleen Blanco, que obtém 52 % dos votos.

Em 2004, Jindal foi eleito com 78 % dos votos para a Câmara dos Representantes federal.

Apresenta-se depois de novo como candidato às eleições para governador do seu estado, e em 20 de Outubro de 2007, depois de vencer as primárias no seu partido, vence a eleição com 54% dos votos. Segundo muitos, a sua vitória foi possível devido à desastrosa gestão estadual democrata após o desastre do furacão Katrina.

Opções políticas[editar | editar código-fonte]

Bobby Jindal é um republicano conservador. É oposto ao aborto mas favorável aos métodos de contracepção de urgência. Apresentou uma proposta de emenda constitucional para proteger a bandeira dos Estados Unidos da América de ultrajes.

Foi visto como potencial running mate de John McCain para a eleição presidencial de 2008, mas a escolha acabou por recair em Sarah Palin, governadora do Alasca.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Kathleen Blanco
Governador da Luisiana
2008-
Sucedido por
no cargo


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bobby Jindal